sábado, abril 28, 2007

Porque não gostamos uns dos outros?


Bom, nem sempre foi assim. Os lagartos, geneticamente, adoram-nos. Desde o berço (e não desde as declarações de Soares Franco) que têm nos lampiões a sua referência. Como sempre tiveram a mania da bem-nascença, acharam que não podiam vir ao mundo sem o puro sangue inatamente glorioso, e, pimba, vai de desviar oito jogadores encarnados. A culpa foi do que disse que queriam ser um clube tão grande como os maiores da Europa. Havia um que sabia quem eram “os maiores da Europa” e foi lá acenar-lhes com banhos quentes e outras benesses.

Pois muito bem, este genisíaco golpe baixo explica muitas coisas:

Em primeiro lugar, a nobre estirpe de um clube que não se importa de nascer de tão bastarda maneira.

Em segundo lugar, a escolha dos símbolos: a camisola inspira-se claramente no estilo presidiário, e no emblema nada melhor que um animal que se alimenta de presas que não caça: quando o trabalhinho está feito, o bichano aparece e reclama para si a parte de leão. Nota-se, pois, que o carácter larápio da agremiação não é fortuito, até parece assumido. À luz disto, quem pode admirar-se com os actos da direcção leonina que os posts do Pitons de vez em quando denunciam?

Em terceiro lugar, percebe-se como é que um clube fadado para perder consegue, ainda assim, ganhar alguma coisa uma vez por outra: há glorioso sangue encarnado a correr naquelas veias (daí o lema incluir, mesmo quase a fugir, a palavra que se associa aos encarnados: “esforço, dedicação, devoção e... o quê mais? Ah, sim, glória, por parte dos lampiões que de quando em vez cá vêm parar”). Ainda hoje os podemos ver a exultar com o sangue encarnado de filhos de jogadores benfiquistas, não é, Pitons?

Em quarto lugar, permite-nos compreender o famoso cântico «SLB, filhos da puta, SLB». Na verdade, os lagartos que o cantam, e que são injustamente acusados de dar mais atenção a outros clubes que ao seu, estão a cantar pelo deles. Reparem, as putas são os tais oito jogadores encarnados que se venderam por banhos quentes e camisolas novas ao intervalo. Os filhos das putas são eles, os próprios lagartos, que reconhecem as origens e que as glorificam, porque o clube dos viscondes dá muita importância a esta coisa da ascendência. Portanto, benfiquistas, não os critiquem quando os ouvirem cantar tal hino, não é nada connosco, é uma evocação histórica das suas origens. Os tripeiros que se juntam ao coro fazem-no em nome da conhecida aliança com o Sporting, também estão no seu direito.

Pela minha parte, é por isto que não gosto de lagartos (quer dizer, há mais coisas, mas derivam todas daqui). É por isto que qualquer jogador “roubado” ao Sporting tem um gosto especial, sejam eusébios, sejam simões, sejam coentrões, seja... a bomba que aí vem.

E eles, que nos adoram desde sempre, não vão à bola connosco porquê? Porque desdenhamos do seu amor? Porque não queremos saber dos seus presentinhos? Porque somos sempre melhores que eles, mesmo quando perdemos de quando em vez? Não sei, não quero saber, e acho que é este desprezo que os amofina. Dor de corno. Dor de corno que depois lhes dá para investir contra o vermelho. Tirando uma colhida ou outra, tem sido uma história feita de olés. Vejamos o que nos reserva a tourada de domingo.

sexta-feira, abril 27, 2007

Depois das origens, a evolução


Tesouros herdados do rival

Enquanto João Moutinho, Miguel Veloso e Bruno Pereirinha vão despontando nos seniores, Tiago Pinto, Martim Águas e Bruno Wilson evoluem nos escalões abaixo. O soar dos apelidos é denunciador…

Filho de peixe sabe nadar – nem que seja em “águas inimigas”. Chamem-lhe ironia do destino, desafio às tradições familiares imposto pelas condicionantes da vida, puro prazer de jogar futebol, ou busca de um sonho seja em que paragem for, em tempos que são outros, na Academia Sporting, em Alcochete, não há quem consiga esconder uma provocação matreira por ver florescer de verde e branco – em vários escalões de futebol, incluindo o principal – promessas cujos apelidos soavam, dantes, a pura rivalidade.

Simplificando: crescem e brilham no Sporting filhos (e até netos) de verdadeiras referências do Benfica. Vicissitudes várias, mas, principalmente, o trabalho de base há muito efectuado pelos leões ao nível do futebol de formação são a causa da mudança, que deixa pais e avós algures num estado natural de quem põe a felicidade acima dos gostos, fazendo a razão sobrepor-se à paixão.

Na equipa principal, João Moutinho, Miguel Veloso e Bruno Pereirinha são filhos de jogadores que nasceram ou, no caso do segundo, brilharam de águia ao peito, o que lhes marcou para sempre a carreira. Aliás, Moutinho e Veloso são já duas verdadeiras jóias da coroa do clube de Alvalade.

Na equipa júnior, Tiago Pinto é desde há muito acompanhado com particular interesse. O pai, João Vieira Pinto, passou de “carrasco” a herói dos leões, pelos quais assinou no Verão de 2000, deixando para trás o Benfica.

Nos iniciados B, Martim Águas vai dando início àquela que poderá ser a terceira geração de futebolistas da família, se o curso normal da vida e a sua própria evolução como desportista assim o permitirem. O pai, Rui, e o saudoso avô José fazem parte do imaginário futebolístico de muitos. E há ainda Bruno Wilson, que teve no progenitor Mário um camisola 10 de apurada técnica, posta ao serviço de Benfica, Académica e Atlético, entre outros emblemas históricos, mas é o seu avô Mário Wilson, o irrepetível “Velho Capitão”, que marcou o pontapé na bola lusitano como jogador… do Sporting e, principalmente, da Académica, e que fez da relação do Benfica, como técnico, uma história de amor, segundo o próprio. Hoje, as raízes encarnadas de todos dão lugar a frutos verdes...

in ojogo


Um belo exemplo da teoria de Charles Darwin sobre a evolução das espécies.

quinta-feira, abril 26, 2007

BnR Bet – Jornada 27

Estão abertas as hostilidades referentes à 27.ª jornada. Com o regresso de Boloposte, o prémio situa-se agora nos 380 euros. Posto isto, posta a tua aposta!

PS – Com a estreia do Pina e com o regresso do Mad*Max e do Lusos, o prémio sobe aos 395 euros.

Tabela Classificativa BnR Bet – Jornada 26

Image Hosted by ImageShack.us

  • Está ao rubro a luta pela pipa de massa reservada para o vencedor do BnR Bet. O líder incontestado há várias semanas, Red Glock, confirma o seu mau momento de forma e deixa finalmente a casa das centenas.

  • Enquanto isso, , no 2.º posto, encurta a distância para uns acessíveis 32 pontos, provando que neste jogo não há vencedores antecipados, por mais desencorajante que pareça a pontuação dos adversários.

  • No último lugar do pódio, Ardinario também acredita que pode pôr a mão no pote. Estes são os concorrentes mais bem posicionados neste momento, mas agora, com a pressão a intensificar-se lá no topo, sabemos que alguém vai perder o controlo e estampar-se sozinho, podendo as migalhas sobrar para improváveis candidatos. Não subestimem os humores desta carpichosa competição.

  • Pela negativa, as já habituais eliminações de Insurrecto e Boloposte, bem como a surpreendente demissão de Zeist B Skool, que passou de 3.º para lanterna-vermelha.

  • Na última tabela, Burmelho detectou um erro, ganhou uma vida por isso e aumentou 5 euros ao prémio (e ainda tem uma de crédito pelo depósito desnecessário que fez). Figura nesta tabela com os 10 pontos iniciais porque não aceitamos palpites por interposta pessoa.

  • Com o erro detectado pelo Burmelho, e com o regresso do Visconde e do Mangalho Tombaladeiras, o prémio fixou-se nesta 26.ª jornada nos 375 euros, podendo crescer mais se detectarem algum erro.

quarta-feira, abril 25, 2007

Briga dos Campeões – Meias-finais – 1.ª Mão

Continua a lenta agonia desta prova que tem 55 euros reservados para o vencedor (eta, dinheirinho mal gasto). Se a segunda mão se saldar por mais um par de nulos, ficamos nós com o dinheiro, por falta de comparência.

sexta-feira, abril 20, 2007

BnR Bet – Jornada 26

Com a reentrada, na última jornada, do campeão O Visconde Era Gay, e com o regresso, já nesta jornada, de Boloposte, o prémio fixa-se nos 360 euros. Posto isto, posta a tua aposta!

Tabela Classificativa BnR Bet – Jornada 25

Image Hosted by ImageShack.us

Não há tempo para comentários, comentem vocês. Uma nota só para o facto de não termos contabilizado o palpite do mad*max, eliminado na jornada passada: não recebemos nova inscrição.

Oh, diabo, parece que vamos ter de pagar prémios,
é melhor começarmos a juntar moedas...

O Beira-Mar sabe, por exemplo, que o Sporting costuma tentar vender bilhetes para os lugares atrás dos marcadores electrónicos, e teme que esses possam ter escapado à contagem do senhor que adormeceu aos 21 894 carneiros.

quinta-feira, abril 19, 2007

O habitual

O habitual é entrarmos no Hospital doentes, e não sairmos doentes.

quarta-feira, abril 18, 2007

sexta-feira, abril 13, 2007

BnR Bet – Jornada 25

Na última jornada, a participação de Boloposte, O Visconde Era Gay e Zeist B Skool fez o prémio subir aos 350 euros. É esse valor que está neste momento em disputa e que pode não ficar por aqui. Posto isto, posta a tua aposta!

Tabela Classificativa BnR Bet – Jornada 24

Image Hosted by ImageShack.us

  • Mais uma jornada onde este joguinho se revelou forte e feio, atirando borda fora mais 7 concorrentes de uma só vez. O mais surpreendente de todos terá sido Luciano Rodrigues, que seguia na 3.ª posição e que se viu assim punido por não ter acreditado que o seu Belenenses conseguiria melhor que um empate em Leiria.

  • Nota para o facto de o líder ter voltado a não pontuar (vá lá, desta vez não perdeu pontos, e seriam logo 50 se o relógio não fosse impiedoso), dando continuidade a uma série negra de meia dúzia de jornadas consecutivas. Seja como for, ninguém aproveitou para encurtar grandes distâncias.

  • Ardinario e Zeist B Skool terão sido os grandes vencedores da jornada, tendo o primeiro subido ao pódio e o segundo reentrado directamente para o 4.º lugar.

  • Estão agora na corrida ao grande prémio 28 concorrentes, dos quais apenas 10 não têm pontos negativos. Ainda bem que já decidimos que não haverá Briga dos Campeões na próxima época, senão não teríamos quórum.

  • Façam o favor de verificar se as continhas batem certo. Penalizamo-nos com uma vida ao fiscal e com o correspondente incremento premial.

quarta-feira, abril 11, 2007

Tarda mas não falha

Pois é pessoal, fomos alvo de nova entrada para fractura exposta, mas conseguimos recuperar em tempo "record" e como tal vou agraciar a "galera" com mais um dos meus posts à D.Quixote contra a oligarquia que gere os destinos do SCP. Aviso desde já, que como sempre este é um post técnico e só interessa mesmo a quem esteja disposto a perceber a trafulhice que se passa dentro do Sporting Clube de Portugal, aos outros não interessará assim tanto, como tal esperem pela próxima parvoíce do BP, ou de qualquer outro post corrosivo dos meus colegas.
Naquilo que me toca continuo a minha missão, o último a sair que apague a luz...

Comecemos pelo comunicado de 29 de Março que tenta dissociar o Sporting de qualquer relação com Amadeu Lima de Carvalho esse incompreendido responsável pelo fecho de uma universidade;



29-03-2007 COMUNICADO DO CONSELHO DIRECTIVO

Tendo em conta alguns pedidos de informação chegados ao Sporting Clube de Portugal durante o dia 29 de Março de 2007 relativos à intervenção do sr. Amadeu Lima de Carvalho na operação de venda do património não desportivo deste Clube esclarece-se o seguinte:

1. O património não desportivo foi adquirido pela Sociedade SILCOGE - Sociedade Construtora de Obras Gerais , S.A. conforme consta da escritura pública respectiva;

2. Nesta operação de compra e venda interveio como mediadora imobiliária a Sociedade SILFIDUCIA - Sociedade de Mediação Imobiliária , Lda que contou com a colaboração, na qualidade de consultor de gestão financeira e desenvolvimento de estudos de mercado, da Sociedade Dignidade e Firmeza, Unipessoal, Lda representada pela mulher do sr. Amadeu Lima de Carvalho;

3. Como contrapartida da intervenção na operação em causa das duas entidades referidas no número anterior, foram pagos os honorários contratualmente acordados no valor global de um 1 809 459 mil euros que correspondem a 3,55% sobre o valor de venda de 50 972 944 euros;

4. Uma parte dos referidos honorários, equivalente a oitocentos mil euros foi pago através da entrega de quatrocentas mil acções da Sporting Sociedade Desportiva de Futebol, SAD;

5. Todos os valores e elementos supra mencionados constam dos documentos mediante os quais a operação foi concretizada;

6. Para além da sua condição de sócio e da titularidade de um camarote no Estádio José Alvalade, ajustado no momento da realização da operação, nenhuma outra ligação existe entre o Grupo Sporting e o sr. Amadeu Lima de Carvalho;
Lisboa, 29 de Março de 2007
Sporting Clube de Portugal
O Conselho Directivo


Pretende-se com este comunicado esclarecer a intervenção, no negócio da venda do património imobiliário não desportivo do Sporting, do Sr. Amadeu Lima de Carvalho, que ganhou notoriedade pelo seu envolvimento no escândalo da Universidade Independente, estando actualmente preso preventivamente no âmbito de um inquérito criminal sobre o assunto.

Trata-se de uma peça que, por errónea e incompleta, traduz um certo insulto à inteligência dos destinatários. Mas trata-se, afinal, de mais um exemplo da convicção, que parece ter-se instalado em Alvalade, de que, sobre um assunto mais nebuloso, basta regurgitar qualquer arremedo de explicação, que o vulgo sportinguista tudo engolirá com lauto prazer. E se calhar com razão, porque o mesmo tipo de estratégia conduziu há um ano a uma votação maciça nestes dirigentes.

Pois, pelo menos desta vez, os caros leitores vão saber coisas que o comunicado "incomunicou", e daí cada um poderá partir para a sua própria reflexão:

A pretexto de explicação sobre a intervenção do dito indivíduo na venda do imobiliário, informa-se que, no âmbito desse negócio, o Sporting pagou a duas empresas a quantia de 1.809.459,00€, correspondentes a 3,55% do valor total da venda (diga-se desde já que se trata de um valor superior aos corriqueiros 3%, mas que não pode ser considerado exorbitante num negócio desta natureza). Interessante seria também saber se este valor incluía IVA (se não, há que somar-lhe cerca de 380 mil euros). Mas adiante.

E o dinheiro serviu para pagar o quê? Pois bem, à “Silfiducia”, os serviços de mediação imobiliária que terá prestado; à “Dignidade & Firmeza”, os serviços de consultoria de gestão financeira e desenvolvimento de estudos de mercado. Infelizmente o comunicado não esclareceu a concreta repartição da verba entre as duas sociedades.


Mas comecemos pela primeira. A “Silfiducia” é uma conhecida empresa de mediação imobiliária. Mas como pertence ao mesmo grupo que a “Silcoge”, que juntamente com o Deutsche Bank adquiriu o património, fica por saber que raio de serviços de mediação terá prestado, para mais num negócio tão antecipada e prolongadamente apregoado. É um pouco como eu comprar um apartamento directamente a um particular, mas como sou dono de uma imobiliária, aproveitar para lhe cobrar comissão. Adiante, uma vez mais.


Vamos então deter-nos nos pomposamente designados serviços de “consultoria de gestão financeira e desenvolvimento de estudos de mercado” que justificaram a maquia que a “Dignidade & Firmeza”, da esposa do Sr. Amadeu Augusto Lima de Carvalho, veio a embolsar.

“Dignidade & Firmeza”? Que nome estranho é este? Será o resultado de um peculiar sentido de humor, atentos os desenvolvimentos recentes do caso UnI? Será apenas uma designação muito foleira, a fazer lembrar um estabelecimento comercial dos anos 50?
Não, meus amigos. “Dignidade & Firmeza” era uma das designações pré-aprovadas para a constituição das chamadas “Empresas na Hora”, aquelas em que basta aparecer na Conservatória e perder uns minutinhos, para saír de lá com uma sociedade constituída (para uma lista actualizada de designações pré-aprovadas - e não menos foleiras -consultar aqui.

Pois o caso é mesmo esse. A “Dignidade & Firmeza - Unipessoal, Lda. ” foi constituída, através do processo “na hora”, no passado dia 19 de Dezembro de 2006. Tem a forma de sociedade unipessoal por quotas, com o capital social de 5.000,00€, e é sua sócia única a Sra. D. Maria Luísa Barros dos Santos Carvalho, casada com o Sr. Amadeu Augusto Lima de Carvalho, tendo aquela ficado desde logo nomeada gerente. O seu objecto social consiste, como não podia deixar de ser, em “consultoria de gestão financeira e estudos de mercado, no sector imobiliário” Pode ser verificado AQUI e AQUI.

A sede da sociedade situa-se em Lisboa, na Av. das Forças Armadas, 4, 7º F, a mesma morada da residência do casal e do domicílio profissional do Sr. Amadeu Augusto Lima de Carvalho. Conferir AQUI

Afortunada empresa, a da Sra. D. Maria Luísa Barros dos Santos Carvalho. Modestamente nascida com o capital social mínimo exigido por lei, adoptando uma estrutura jurídica própria das microempresas, com uns estatutos cuja minuta se pode descarregar da net, e sem possuir sequer instalações próprias, logo que foi constituída teve ocasião de prestar os seus reputados serviços de consultoria no mais mediático negócio imobiliário do ano.
Logo que foi constituída? Reformulo: antes mesmo de se constituir. É que a proposta da Silcoge/Deutsche Bank foi aprovada numa sessão do Conselho Leonino que teve lugar no dia 16 de Novembro de 2006, ou seja, mais de um mês antes de a "Dignidade & Firmeza" sequer existir.
É caso para dizer que a jovem empresa fez jus à oportunidade, porque o seu sucesso foi precoce, meteórico e retumbante. Tanto consultou, tanto estudou, que mais de um mês antes de estar constituída já havia colaborado na obtenção de uma proposta de compra firme, e logo em 15 de Janeiro de 2007, menos de um mês depois de entrar em actividade, conseguiu que se realizasse a escritura pública de compra e venda daquele mega-negócio, no valor de 50.972.944,00€.

Está assim finalmente esclarecida a intervenção do Sr. Amadeu Augusto Lima de Carvalho no negócio. Não foi nenhuma. Não passava, afinal, do consorte de uma recente mas promissora consultora imobiliária, ao comando de uma pequena mas auspiciosa empresa.

Veremos agora se a nova gerência da empresa conseguirá manter tão virtuoso rumo. Sim, porque no passado dia 7 de Março de 2007 a Sra. D. Maria Luísa Barros dos Santos Carvalho deixou mais pobre o mundo da consultoria de gestão financeira e estudos de mercado, sendo - agora sim - substituída na gerência da “Dignidade & Firmeza” pelo nosso conhecido Sr.... Amadeu Augusto Lima de Carvalho (aqui) , que entre consultoria, advocacia, reuniões da SIDES, viagens a Angola e agora prisão preventiva, é capaz de ficar com pouco tempo para usufruir do camarote que passou a deter no Estádio José Alvalade.

A que título recebeu este camarote? Não terá sido certamente no âmbito do negócio, uma vez que nenhuma intervenção teve nele. Quiçá tenha sido a Sra. D. Maria Luísa Barros dos Santos Carvalho quem lho ofereceu.
Por fim, é de notar que, do valor total, 800 mil euros terão sido pagos mediante a entrega de 400 mil acções da Sporting SAD, tendo por base um valor unitário de 2 euros. O curioso é que nos últimos seis meses a cotação das acções nunca caiu abaixo dos 2,52€ (confirmar aqui), e que nos primeiros dias de 2007, por altura da conclusão do negócio, andaram permanentemente acima dos 2,65€ (confirmar aqui)

Neste último link pode verificar-se que, a 15 de Janeiro de 2007, data da outorga da escritura, as acções da Sporting SAD valiam 2,68€. Ou seja, admitindo que o Sr. Amadeu Augusto Lima de Carvalho as tenha recebido nessa data (ou antes, a Sra. D. Maria Luísa Barros dos Santos Carvalho, porque ele não teve nada a ver com o assunto), as 400 mil acções valiam então 1.072.000,00€. Acima dos 800 mil que se destinavam a pagar, mas coisa pouca, apenas uns frugais 272 mil euros, pequenita mais-valia instantânea de 34%.

Ficaram os esclarecimentos ao "esclarecimento"


Agradecimentos como sempre ao FLL pela investigação e compilação dos dados.

Briga dos Campeões – Quartos-de-final – 2.ª Mão



* apurados por moeda ao ar.

Oops, they did it again

Parece que este blog foi mais uma vez sabotado.
Esperamos que se tenham divertido muito, também estamos cá para isso, mas lamentamos informar de que voltaremos ao mesmo assim que nos conseguirmos levantar.
Até já.

PS – Peço aos membros deste blog que foram apagados – Zenden, Pitons, Pé, Streaker, Antão, Figas e X – o favor de enviarem um mail para boloposte@gmail.com, para que vos possa ser endoçado o convite que vos permitirá voltar ao pelado.

PS2 – Aparentemente, o Blogger tem bugs conhecidíssimos, e terá sido um desses bugs a franquear a entrada ao sabotador. Procuramos casa nova, alguém tem alguma sugestão?

terça-feira, abril 10, 2007

com tanto barulho, tanto barulho mesmo, o golo anulado ao Nuno Gomes aos dois minutos de jogo - que resolvia a questão - já passou à história... e ainda fazem do Sr. Lucílio um árbitro pró-Benfica (o que, como todos sabem, é falso!)

segunda-feira, abril 09, 2007

Terminamos por aqui

O Benfica disse hoje adeus à época 2006/2007. A coisa tinha sido adiada ao minuto 82 do jogo da jornada passada, mas o inevitável aconteceu, talvez mais cedo do que o previsto. Só os mais crentes e mais distantes na análise à equipa estarão mais surpresos no afastamento da luta pelo título. Acredito até que os próprios jogadores, que saberão melhor que qualquer um até onde vão os seus limites físicos, estariam conscientes do seu destino hoje à noite.
Sejamos realistas: o 11 inicial é bom e a 2ª linha é fraquinha. Vão-se ganhando os jogos enquanto os bons aguentam, reza-se para não haver grandes estragos de jogo para jogo e, no limite do esforço, anseia-se por um golo milagroso.

Repito. A época acabou hoje, como podia ter acabado há 2 ou 3 meses atrás. Os inesperados precalços do Porto deram um alento extra às tropas e o caprichoso sorteio da uefa permitiu avançar uma ou outra casa. Werder Bremen, Tottenham ou Sevilha são nesta altura equipas claramente superiores ao Benfica. Mesmo eliminando o Espanhol, a machadada final será dada de seguida.

Não penso que o jogo de hoje tenha sido miserável. Foi o possível tendo em conta o esgotamento físico da equipa. O golo anulado em fora-de-jogo no primeiro minuto poderia ter dado um rumo diferente ao jogo, mas só iria adiar o destino por uma ou outra jornada.
Não resta nada. A luta pelo 2º lugar vale merda.

Agora é aguentar

Razão tinha o Rotura de Ligamentos quando dizia, depois de cada golo do Benfica, "agora é aguentar". Com a insistência em colocar Derlei a gastar minutos que deviam ser de Mantorras, e com Anderson na galhofa no banco de suplentes (certamente radiante pelas magníficas exibições que vem realizando) enquanto vê a equipa perder as hipóteses reais de ser campeã, difícil mesmo foi não perder o jogo. Quem não quer ser palhaço, que não lhe use a cabeleira - literalmente, no caso do Ninja (das Caldas...).

Fear factor

Alguns lagartos fregueses desta casa, inebriados por uma vitória em Braga (ao que isto chegou, acho que deviam homenagear, todos os anos, os homens que participaram no épico feito, para que ninguém nunca esqueça. Como vêem, não somos nós que achamos que vocês são pequeninos, são vocês que se mostram do vosso exacto tamanho quando comemoram como hercúleas vitórias por 1-0 em casa do 5.º classificado), deixaram passar a ideia, nas caixas de comentários deste blog, de que acreditam que eu – à semelhança de todos os lampiões – estou cagadinho de medo com a remontada leonina (pausa para tremelicar um pouco).

Eles dizem que eu tenho medo (até podiam dizer que eu tenho pulgas, posters do Tony Carreira ou ciúmes da Lady Betty), eu tentaria explicar que não, e não saíamos daqui.

Pois muito bem, há uma forma de verificarmos quem é que tem medo e quem é que tem muita confiança na sua equipa (não tenho como provar que não tenho pulgas nem posters do Tony ou ciúmes da senhora Grafenstein, mas com o medo acho que consigo safar-me), e aqui estendo o convite não só aos eufóricos fanfarrões que produziram os aludidos comentários como também a todos quantos se revejam em tal posição:

Neste post verdadeiramente interactivo, desafio o 40 Postas, o Miego Daradona e todos quantos quiserem participar na iniciativa a apostarem comigo a verba que quiserem em como o temível Sporting Clube de Portugal se quedará pelo 3.º lugar neste campeonato.

Tento demonstrar com isto, mesmo antes de saber o resultado do Benfica em Aveiro, que não me sinto minimamente assustado com a aproximação de uma equipa que já levou 2 na pá, no seu próprio estádio, de uma outra equipa que lutava com a inferioridade de ser treinada por Fernando Santos. Desculpem lá, mas não tenho mesmo cagufa nenhuma.

Se é uma posição insensata da minha parte, uma fuga para a frente de quem está cagadinho de medo, então não vos deve ser difícil aceitar o desafio. Estou disposto a ser penalizado pelas minhas opiniões de merda. Mas também gostava, se se provasse que não é a minha a opinião de merda, de ser eu o indemnizado. Parece-me justo.

Se o 40 Postas e o Miego não aceitarem, estará à vista de todos quem é o medroso merdoso medricas assustadiço que debita opiniões em que nem ele acredita. Se aceitarem, será a realidade a demonstrar quem é que tem opiniões que melhor a reflectem e quem é que vive num mundo alternativo.

Para participar nesta iniciativa, temos de ser homenzinhos, que da outra vez dei o peito às balas e fui burlado. Assim, quem quiser apostar deve fazer o seguinte:


1) Lavrar na caixa de comentários deste post a sua posição, referindo a quantia apostada.


2) Contactar o Pé em ®iste (ou qualquer outro membro do BnR B que esteja disposto a isso) no sentido de ele vos dar o NIB para onde devem transferir a vossa confiança medida em euros.
Refiro o Pé em ®iste porque era o único que estava online no momento desta ideia. Se preferirem como fiel depositário um membro de tom mais esverdeado, como o Pitons, o Sarrafas ou o Antão, perguntem se eles estão disponíveis. O Pé eu sei que está à mão.


3) Assim que o fiel depositário me confirmar que recebeu X verba de X desafiador, eu canalizo para ele igual quantia e anuncio aqui que o confronto é a valer.


4) Têm até ao início da partida de Aveiro (20:30 desta segunda-feira) para tentarem fazer-me dobrar a língua, ou para se esconderem para sempre no vosso buraco.


5) O fiel depositário entregará a devida verba, pela mesma via, assim que se souber quem venceu o tira-teimas.

Image Hosted by ImageShack.us
Como é, vais provar que és homenzinho e que acreditas realmente no disparate que dizes, ou vais ficar aí a repeti-lo escudando-te no discurso cobarde que teimas mas não apostas, que isto não prova nada, que blá-blá-blá, não vales um caralho, estás a falar para a mão, deixei de te ouvir...?

sexta-feira, abril 06, 2007

BnR Bet – Jornada 24

Tal como no campeonato a sério, também o nosso está longe de estar resolvido. Por exemplo, nesta jornada há odds que permitem que quem entrar agora chegue ao 1.º lugar num tirinho. É o que vai acontecer ao autor destas linhas: vai fazer o prémio final subir 5 euros, vai apostar os seus 10 pontos na vitória do Vitória, vai ver os tesos sadinos fazerem no Dragão o mesmo resultado que Atlético e E. Amadora, e vai passar para a liderança sem espinhas. Vai uma apostinha? Posto isto, posta a tua aposta!

PS – O prémio, neste momento, está em 335 euros. Sabemos que Boloposte, Insurrecto e Zeist B Skool foram vistos na secretaria, mas só quando os virmos nesta caixa de comentários é que poderemos anunciar a correspondente inflação premial.

quinta-feira, abril 05, 2007

Escapou-se com vida

Cumpram-se os regulamentos


Um derby sabe melhor quando visto na companhia de amigos do outro clube. Não sei se acham o mesmo, mas é assim que gosto de vê-los.

No entanto, acho muito bem que o presidente do meu clube ponha a hipótese de não facultar bilhetes a um visitante que os vai disponibilizar a um bando de malfeitores que odeiam mais o nosso clube do que amam o deles, que têm cânticos ensaiados para nos insultar na nossa própria casa, que não vão deixar tranquilos os sócios que tiverem a pouca sorte de calhar perto deles, e que são um foco de potenciais riscos ainda maiores, sobretudo quando sabemos que serão escoltados pela mesma polícia de merda que esteve no domingo na Luz.

O cómico Salema Garção (é impressionante a capacidade do SCP para dar à luz dirigentes engraçadíssimos, pergunto-me se também terão uma academia para estes talentos), ao saber da intenção do presidente benfiquista em reunir com o homólogo de Alvalade para abordar esta questão, já veio pôr-se em bicos de pés dizendo que «o SCP não abdica dos bilhetes a que tem direito», que «ninguém está acima dos regulamentos», mesmo que esses regulamentos contribuam para o clima de insegurança que afasta as famílias dos estádios.

No Sporting, nada surpreende. Numa altura em que as pessoas civilizadas pedem que se acabe com essa praga das claques organizadas, um sentimento cada vez mais generalizado, o clube de Alvalade achou por bem homenagear as suas na última segunda-feira, provavelmente as mesmas que invadem relvados para festejar os golos dos adversários ou que se atiram de varandins para saudar a chegada do autocarro do clube visitante.

Posto isto, espero que a direcção do SLB, que tem um estádio onde não cabem todos os associados do clube, esteja neste momento a ponderar se caga para uns regulamentos que cagam também eles para o clima de segurança que deve reinar num recinto desportivo, ou se cumpre os regulamentos, disponibilizando os bilhetes para não-sócios a 500 contos cada um. Julgo que qualquer das medidas é eficaz, mas confesso que tenho preferência por uma.

quarta-feira, abril 04, 2007

Briga dos Campeões – Quartos-de-final – 1.ª Mão



Como sempre acontece, jornada de Liga dos Campeões na Europa é jornada de Briga dos Campeões no BnR B. Como sempre acontece também, (quase) ninguém se interessou por esta competição derivada do BnR Bet. Excepção feita ao Sergonov e ao Ratogoleador, mais ninguém foi à luta pelos mais de 55 euros que estão destinados ao campeão. Temos de ser pragmáticos, os programas que não têm audiência saem da grelha e não se fala mais nisso.


Netlandscape 0-0 Gilberto Mandamil

Duas equipas medrosas parecem ter percebido que isto dos palpites de futebol não é para elas. Vamos ver se alguma mete o pé na segunda mão.

Sergonov 0-2 José Leal (ex-PVC Catarro)

A equipa da casa foi a única que lutou pela vitória. Porém, como para dizer disparates mais vale estar calado, foi o forasteiro que levou o ouro para casa sem sequer se ter esforçado. Seja como for, a desvantagem não é impossível de anular. Sergonov, lembra-te de que tens de conseguir um lucro inteiro superior a 2 para afastares o teu adversário, o que significa que, de acordo com os pontos que tens, vais ter de apostar tudo numa odd de pelo menos 2,50 (isto porque quase de certeza que o JL ex-PVC não vai apostar outra vez).

H0rvath 0-0 Francisco Beckenbauer

Mais um triste nulo nesta competição de nulidades. Francisco Beckenbauer foi o primeiro a assumir-se como candidato ao título na prova-mãe, mas já meteu essa viola no saco. H0rvath também chegou a provar o sabor dos primeiros lugares no campeonato, mas vegeta agora na parte mais baixa da tabela. Eis uma imagem que ilustra muito bem estes dois lagartos: «Entradas de leão, saídas de sendeiro.» Lamentavelmente, só um vai ficar pelo caminho; decidam qual.

Filipe Queirós 10-0 Ratogoleador

Decididamente, a sorte não protege os audazes. Ratogoleador tentou resolver as coisas na 1.ª mão, mas não foi feliz, pois o feitiço virou-se contra o feiticeiro, permitindo a Filipe Queirós transformar em golo todos os contra-ataques que efectuou. Com um cinismo impressionante, o homem que jogava em casa conseguiu capitalizar a seu favor todo o demérito do visitante. A vantagem é confortável, mas não é decisiva. Olhando para a tabela, vemos que Ratogoleador tem ainda um arsenal que pode fazer estragos. Queirós tem um poderio bélico ligeiramente maior, mas faz sempre guerra fria, nunca gasta uma bala. Portanto, Rato, se o Filipe não se mexer, safas-te se multiplicares tudo por uma odd de 2,50. Isto, claro, se não aproveitares a jornda intermédia para aumentares os índices físicos da tua equipa.

Aprendam que não duramos sempre

O assunto já fez correr muita tinta, as mais variadas desculpas foram inventadas, as mais variadas hipóteses foram apresentadas mas todos chegam à mesma conclusão: no seguimento da mais pura teoria darwinista os super-animais em questão encontram sempre maneira de se superar e estragar o espectáculo futebolístico.
Felizmente o BnRB existe e descobriu, na "Cidade Luz", a resposta ideal para evitar as super-anormalidades do último fim-de-semana. Agradecemos esta solução à mente brilhante que, no mais puro momento de inspiração, deve ter feito a pergunta: mas afinal porque é que no jardim zoológico os animais selvagens não andam soltos?

terça-feira, abril 03, 2007

E não se pode exterminá-los?

Comunicado do Conselho de Administração da FC Porto – Futebol, SAD (não é piada, é ipsis verbis)


1 – O FC Porto repudia todo o tipo de violência [o Bexiga é testemunha] e considera que a segurança tem de ser uma preocupação fundamental nos recintos desportivos [bonito, isso];

2 – Neste sentido, e tendo em conta o escrupuloso cumprimento dos regulamentos nacionais e internacionais, o FC Porto cuidou de incluir a definição clara de um sector visitante na concepção do Estádio do Dragão. Esta zona permite a total segregação dos adeptos visitantes, sem que isso se reflicta em questões de conforto, uma vez que esse sector é servido por áreas de apoio semelhantes às restantes, que incluem uma sala de assistência médica exclusiva [gostámos muito de saber, mas o que é que isso interessa para o caso?];

3 – Em três deslocações ao Estádio da Luz, os adeptos do FC Porto ficaram posicionados em três zonas distintas. A Liga Portuguesa de Futebol Profissional, que vistoria anualmente os recintos e exige a demarcação de uma área específica para visitantes, devia intervir junto dos clubes para evitar estas situações [o facto de não terem ficado na mesma zona em 3 situações distintas não significa que não tenham ficado numa «área específica para visitantes»; e se tentaram sempre um sítio diferente, foi porque as coisas não correram bem das vezes anteriores];

4 – O FC Porto estranha a opção de colocar os seus adeptos no último piso da bancada [então foram ou não foram colocados numa zona específica? Decidam-se!]. Concluir-se-ia mais tarde, já depois dos tumultos registados à sua chegada ao Estádio da Luz e que exaltaram os ânimos de forma generalizada, que este foi um erro grosseiro cometido pelo organizador do jogo [o único erro grosseiro foi ter permitido a entrada de pessoas grosseiras. Se soubessem comportar-se, que incidente teria havido?];

5 – As declarações de hoje da subcomissária Paula Monteiro, reproduzidas pelo jornal on-line Maisfutebol, permitem aferir que não houve planeamento adequado ao estatuto de jogo de alto risco. De acordo com a subcomissária, a PSP apenas tomou conhecimento da área escolhida para os adeptos do FC Porto numa altura em que os bilhetes já se encontravam distribuídos e já vendidos. Paula Monteiro considera que esta foi «uma má escolha unilateral do Benfica», que levou a PSP a «tentar adaptar o policiamento»[não foram as declarações da subcomissionária que permitiram aferir que não houve planeamento adequado, foi o facto de não terem sido fuzilados ali mesmo que deixou perceber isso];

6 – A deflagração repetida de material pirotécnico proibido em todo o recinto permite constatar que a revista de todos os adeptos não foi minuciosa [e permite, antes disso, constatar que alguém achou que devia levar tal material lá para dentro, mas isso seguramente não preocupa ninguém];

7 – Da mesma forma que o acesso dos simpatizantes do FC Porto não decorreu com segurança e fluidez. Alguns deles, inclusive, apenas chegaram à respectiva cadeira perto do intervalo [e, quando lá chegaram, não gostaram da cor e atiraram as respectivas cadeiras lá para baixo, que foi justamente perto do intervalo que houve registo disso];

8 – Há duas evidências preocupantes a discutir neste pós-jogo. A primeira diz-nos que o esquema de segurança não foi desenhado com intuitos preventivos, mas sim para esbater uma má opção [a opção de ter deixado essa cambada entrar]; a segunda apresenta-se ainda mais óbvia: se entraram no recinto objectos proibidos foi porque alguém não foi, no mínimo, eficaz [foi exactamente por isso; por alguém os ter decidido levar, mesmo sendo proibidos, está obviamente fora de questão];

9 – A FC Porto – Futebol, SAD vai manter-se atenta às reacções das autoridades competentes a todas estas situações [Já acabou? Tantos pontos, e nem um a condenar os verdadeiros protagonistas dos lamentáveis incidentes, a guarda pretoriana de quem assina o comunicado? Isso tira credibilidade à mensagem, meus senhores. Sabemos que estão rodeados de mentecaptos, que estão habituados a falar para mentecaptos, e que pensam que todos são mentecaptos, mas fazem mal em tomar todos por parvos. Ah, e já sabíamos que estão todos muito atentos às reacções das autoridades, à espera do momento certo para fugir para o Brasil, isso já sabíamos].

Tabela Classificativa BnR Bet – Jornada 23

Image Hosted by ImageShack.us


  • Uma das jornadas mais cruéis de sempre deste joguinho com mau feitio. Foram a jogo, nesta ronda, 26 participantes; sabem quantos tiveram palpites acertados? Apenas 2! Uma vergonha! Está bem que houve alguns que perderam de propósito para poderem renascer com mais força, mas isso não explica tamanha pobreza. E que tal se nos dedicássemos antes a outra coisa, hum? Desistam, os trezentos-e-tal-euros nunca poderão ser vossos! Parabéns, Talk Talk e Ardinario, por terem escapado a esta razia.

  • O líder não acerta uma há 4 jornadas seguidas. Desta feita, foram mais 30 pontinhos à vida, e está quase a desaparecer-lhe o estatuto de centenário. Felizmente para ele, ninguém se ri da sua miséria. Mad*Max, que seguia na 2.ª posição, tentou o tudo por tudo nesta ronda e... deu-se mal: ficou reduzido a 0,25 pontos. Sobe ao 2.º lugar , o anterior 3.º, mesmo tendo perdido uma mão-cheia de pontos, seguido de Luciano Rodrigues, que não meteu o pé nesta jornada.

  • O lagarto Talk Talk terá saltado da cadeira quando Lucho deu o empate ao Benfica. Felicíssimo enquanto sportinguista, por ver os dois da frente perderem pontos, foi o único que sabia que o clássico da Luz ia dar X, palpite que o guindou do 12.º ao 4.º posto. Já Ardinario, o outro vencedor desta ronda, reentrou directamente para o 8.º lugar da tabela.

  • Pela negativa... Bom, pela negativa teria de falar dos outros todos, mas permitam-me destacar, para além da situação já referida do antigo vice-líder, a demissão de Rolas, que passa a segurar a lanterna vermelha depois de algumas semanas na cabeça da corrida, e o vermelho directo mostrado a, nada mais, nada menos, 8 concorrentes: Insurrecto, Mangalho Tombaladeiras, Antitripa, Boloposte, O Visconde Era Gay (o defensor do título), Sururu, Figas_21, e DM.

  • Informamos que a participação de DM, Jou e Ardinario nesta jornada fez subir o prémio aos 335 euros, prémio esse que é, neste momento, disputado por 32 concorrentes. Por este andar, não teremos quórum para a próxima edição da Briga dos Campeões. Ou talvez tenhamos: para além dos que morreram de propósito para poderem voltar, o Zeist, por exemplo, ainda tem uma vida. Isto não vai ficar por aqui, temos a certeza.

  • Agradecemos ao João (finalmente!) a estreia do desejado sistema automático de cálculos. Significa isto que não há erros nesta tabela? Não é líquido que assim seja, o duende pode muito bem enganar-se a inserir os dados. Portanto, façam o favor de continuar atentos, que um erro continua a valer uma vida ao delator.