domingo, junho 29, 2008

Eu pensava que não, mas afinal eu percebo muito, mas mesmo muito desta merda!

Indique, justificando com palavras suas (também admito insultos do piorio), de modo a elevar o meu ego até à estratosfera, qual das seguintes fezadas é para si a melhor posta de sabedoria alguma vez escarrada pela blogosfera:

#1, após o Rússia-Grécia : Rússia nas meias-finais
#2, após o Portugal-Suíça: Ricardo vai frangar brevemente
#3, antes dos 4os de final: Espanha campeã da Europa

Obrigado.

sexta-feira, junho 27, 2008

Há um outlet em Madrid

Primeiro é o Balboa merda, agora é este que tapa o Cavalieri, e foda-se é assim a primeira coisa que me apetece dizer...

quinta-feira, junho 26, 2008

Coisas realmente parvas que em dias de extremo calor geralmente assaltam a cabeça do Humberto Coelho, especialmente momentos após um Alemanha-Turquia

"Penso que a Alemanha é uma boa candidata a ganhar o europeu"

Coisas realmente parvas que em dias de extremo calor assaltam a minha cabeça

Dizem que Miroslav Klose é filho de mãe polaca e pastor alemão.

Fezada #4

Ainda não acabou, mas estou com a fezada ( calma, não vão já a correr para o bet and win) que este pode muito bem ser o europeu mais sensacional de sempre. Por dezenas de razões, mas principalmente por duas.

Primeiro, porque a maior parte das selecções optou por jogar de uma forma que normalmente dá bons resultados: ao ataque! Neste momento só consigo vislumbrar 4 selecções que não o fizeram: a Grécia, porque não sabe; a Áustria, porque não consegue; a Rep. Checa, porque já não pode; e a Itália, porque não quer.

Em segundo, porque quem muda para o canal Parlamento antes de um jogo terminar tem boas probabilidades de ser surpreendido quando mais tarde verificar o resultado do jogo.

Houve jogos de merda, é certo. Lembro-me do Áustria-Croácia, que só mereceu a minha visita porque ainda estávamos na pré-história deste europeu. Ou o Roménia-França, que terá sido o único jogo menos bom do grupo C.
Pronto, admito, os jogos da Áustria foram todos maus. Mas ficamos por aqui, porque o resto foi tudo acima do esperado.

Atenção que isto sou eu a dizer, que tenho visto o europeu com duas chupetas a rodear a super bock, com todas as contingências que isto acarreta. Posso mesmo adiantar, que graças ao futebol hipnotizador de Arshanov e companhia, o meu puto de 5 meses experimentou pela primeira vez o sabor de um tremoço (antes isso que ficar agarrado à tomada e mandar o quadro abaixo duante um jogo da Russia).
Meus amigos, quando um gajo deixa a segurança dos filhos para segundo plano, em detrimento do desporto rei, é um claro sinal que a coisa vai mesmo de vento em popa.

(Só para reforçar a ideia inicial, tenho a sensação que isto ficava ainda mais bonito se em vez das paupérrimas equipas da casa, convidássemos brasileiros e argentinos. Ou melhor ainda, abolíamos de vez o campeonato do mundo, onde na fase de grupos as selecções mais fortes andam a brincar aos Irões e aos Gabões, e de 2 em 2 anos montávamos a tenda e organizávamos um Europeu alargado à América do Sul. E fazíamos a coisa de modo a começar em Janeiro, quando a malta ainda não está com os bofes de fora).

Fezada: Miguel Sousa Tavares ou Leonor Pinhão... um destes senhores (ou mesmo ambos), vai escrever no final do europeu qualquer coisa parecida com isto “Este foi o melhor europeu de sempre”.

Fotonovela

Houve um engraçadinho que adivinhou logo quem era o silly das ceroulas da manga curta, pelo que não deu para continuar com o passatempo. Sem sair do tom silly, sai uma fotonovela:

Image Hosted by ImageShack.us

quarta-feira, junho 25, 2008

Pinto da Costa não brinca...


Pinto da Costa ao saber que o seu clube de estimação contratou um tal de Balboa, ordenou logo que se fosse buscar o seu grande rival...o gigantesco e frio Soviético IVAN DRAGO!!!

Responder à letra

Rui Costa não brinca em serviço. Vem um e diz: «Ah, e tal, o Benfica é um cemitério de treinadores»? Pimba: Flores no banco. Vem outro e diz: «Ah, e tal, o Benfica é um circo»? Pimba, Palhaço em campo. A que dará ele resposta a seguir?

Uma questão de tempero
Não é com cebola que se mete duas batatas no bucho do dragão, é com coentrão, toda a gente sabe isso.

terça-feira, junho 24, 2008

Bem-vindo ao Benfica, Quique

O espanhol já está a ver a vidinha a andar para trás. A perda de Rodríguez e a indefinição no negócio Huelva pack levaram o treinador a manifestar a Rui Costa o seu descontentamento. O novo ciclo começa bem.

Com que número joga a "Martina"?

Pois é, já ouvi bocas aqui ao boloposte de que ele agora só publica gajos de cu para o ar... Quem acertar quem é a estrela dos nossos relvados que joga com a "Martina" nas costas, a gerência oferece o topless mais badalado da nova 1.ª dama do Sporting de Braga!

segunda-feira, junho 23, 2008

Este ano, a silly season vai ser aqui

Esta é a primeira de três tentativas que terão para adivinhar quem era o silly que na season passada usava estas ceroulas de manga curta. O prémio pode ser o CD da Ronalda se por acaso o Isso Agora não quiser ficar com ele.

domingo, junho 22, 2008

sábado, junho 21, 2008

Rodrigues no Porto...Bolposte nao é a Maya mas kuase!!!

Daqui a 3 anos...


Infelizmente o Boloposte ainda não é a Maya(o sururu parece ser) daceeeeeee...mas tbm nao faz mal...vem o Carlos Martins!!!

Eu percebo muito desta merda!

Ora com licença, que me vou citar:

(...) Bem, isto para dizer o quê? Para dizer que os russos vão vencer a Suécia na última ronda e que nos quartos-de-final vão mandar as laranjas mecânicas para casa. O Guus Hiddink não costuma falhar estas oportunidades e a partir de agora conta com o melhor jogador russo, que esteve castigado nos dois primeiros jogos, o… o… o… o coiso… qualquer coisa ov. Sei lá, mas dizem que é bom.

Se não viram há pouco o maior banho de bola da história dos europeus, aconselho que o façam rapidamente, porque há ali material para fazer desta monumental exibição um manual de bem jogar à bola. Prometo a partir de hoje que não volto a esquecer-me do nome do russo que esteve ausente dos dois primeiros jogos. Arshavin. Arshavin. Arshavin. Nem tão pouco do melhor holandês em campo: Guus Hiddink.

E pronto, já lá vão duas fezadas no papo. E das 4 selecções que fizeram descansar as suas estrelas, 3 já foram para casa... descansar no sofá. Faltam os espanhóis, mas esses vão ganhar esta merda. É só uma fezada.

Diz que sim

Diz que este anda a comer este, este e este.

A história de uma derrota histórica

A fezada #3 está devidamente documentada, validada e confirmada, e a receita para bater os alemães não teve o alcance desejado (começo a desconfiar que os portáteis que os ex-Incríveis levam para estágio servem só para jogar copas). Falta agora procurar as razões para a derrota.

Para melhor compreendermos a derrota contra a Alemanha é necessário recuar um colhão de anos antes de Cristo, altura em que os romanos dominavam o agora nosso território. Essa maltosa estava confiante que assentava arraiais para sempre. Puro engano. Uma avalanche de bárbaros tomou conta da coisa. Primeiro os alanos, depois os suevos e finalmente… os vândalos germânicos. Estes foram despachados de uma assentada, razão pela qual, quando o português se olha ao espelho, dificilmente verá uma figura alta e loura. O bigode, a baixa estatura e – José Hermano Saraiva, corrija-me se estiver errado – o cuspir para o chão e o inclinar para a esquerda do orgão sexual masculino, terão sido obra dos genes dos visigodos. (Para dar cor ao animal, um colhão e meio de anos mais tarde, chegaram os mouros). Portanto, se querem arranjar um culpado para a derrota, podem muito bem começar pelo Visigodo da Silva.

Ora bem, dois colhões de anos mais tarde, mais precisamente a 22 de Abril de 1500, um tal de Pedro Álvares Cabral descobriu o Brasil. Quinhentos e tal anos depois, Gilberto Madail descobriu Scolari. Temos então que um erro de trajectória do cabrão do Sr. Cabral – teria sido mais inteligente descobrir a Holanda, que dá bons treinadores, é bem mais perto e também dá para ir no barquinho - esteve na origem de um erro de palmatória do cabril do Sr. Madail. Curiosamente, o Sr Cabral regressaria a Portugal aclamado como herói, recusando-se mais tarde a comandar uma expedição ao Oriente, sendo substituído pelo Sr. Vasco da Gama. Troca por troca, portanto. Ainda hoje (e ontem) sofremos deste mal.

Não vale a pena avançar muito mais no tempo à procura de outros culpados, a não ser a esforçada mãozinha da mãe natureza, que em 1755 tentou riscar Montijo do mapa. Errou um pouco no alvo, exagerou na força e deu azo a que fosse construída uma estátua em memória do homem que reconstruiu aquilo tudo, monumento que sofre agora as consequências das vitórias morais do nosso povo. Enfim, Mãe Natureza, se me está a ouvir, e com todo o respeito… mais valia estar quieta!

Geneticamente falando, foi, naturalmente, uma derrota histórica.

sexta-feira, junho 20, 2008

Jorge Jesus está inconsolável

Gilberto Madail já traçou o perfil do próximo seleccionador: "Terá de falar português".

BBB - Blind Beating Hour


Ora cá estou eu novamente de volta aquilo que realmente gosto !
Não, não é o BNRB, mas sim ao BBB (hora de bater no ceguinho). Sim, é certo que também podia falar mal do Scolari, há 4 anos que o faço, nada de novo. Sim, podia falar do Simão (jogou este Euro?), podia falar das substituições mal feitas, no timing errado, na pobre e, no minímo, risível cultura táctica do gaúcho, no facto de Bruno Alves ser a melhor opção contra a Alemanha em vez de R. Carvalho.Sei lá, tanta coisa mal numa só competição que eu, mais uma vez decidi focar-me na mãe-da-foca do costume.
Sendo assim, faço deste um post interactivo e aguardo sugestões para esta legenda...


P.S. - Oh Bola, diz lá outra vez ...

Novo colaborador apresenta-se ao serviço!

Hey...

Ainda estou com a "azia" ... Vou só deixar uma pequena nota de agradecimento ao (ex)Mister:

Obrigado por ter convocado o Quaresma e não o ter posto em campo no único jogo que estava a pedir pelo nosso melhor extremo a fintar "parado" e que consegue cruzar para área mesmo que esteja virado para Meca, seja de "letra"; "trivelada malvada aciganada"; ou calcanhar...Era à escolha do freguês!

Não conseguiu perceber que Alemanha abdicou de atacar e a velocidade de Simão e Nani só fariam a diferença se os nossos ataques se prolongassem até à pista de tartã imaginária que eu construí mentalmente para que pudesse desenvolver o meu ponto de vista em relação à má opção do Scolari?

Venha o próximo seleccionador para quase ganharmos alguma coisa.

Ah!... Renato, 26 anos, da Figueira da Foz. Benfiquista.

Diz que sim

Diz que este anda a comer esta.

quinta-feira, junho 19, 2008

Funny Ricky

Obrigado, Abramovich

Estou assim a modos que um bocadinho fodido como o caralho. Para além de tudo, aquela besta ainda fez questão de me estragar o negócio das B-shirts. Só deve haver um gajo que o adora mais que eu: o Quaresma.

Quem postar aqui, antes de a quinta-feira acabar, o melhor insulto àquele %$#"£! ganha um CD da Ronalda (inclui os temas Portugal Europeu 2008 e Obrigada, Mano).

Receita para bater (n)a Alemanha por 2-0

1º Abrir o activo
2º Anular o meio campo germânico ( isto passa por, numa primeira fase, saber qual das costelas o Frings tem fracturada, e consoante se situar numa zona inferior ou superior do tronco, dar ordens a Petit ou a Bruno Alves, respectivamente, para tratar do assunto)
3º Substituir Cristiano Ronaldo ( a história diz-nos que os alemães, quando estão fulos, são capazes de tudo, logo há que preservar a nossa espécime mais valiosa)
4º Colocar Rui Patrício e Nuno a aquecer até ao final do jogo, atrás da baliza de Ricardo (a alternativa é fazer subir Ricardo para o meio-campo nos lances de bola parada a favor da Alemanha).
5º Arruinar de vez com o meio campo germânico ( o Bosingwa será o menino encarregue de informar Ballack que Scolari não conta com ele no Chelsea).
6º Em superioridade numérica, e com Miguel no lugar do azarado Bosingwa, brincar ao meiinhoo com os alemães. Quem perder a bola vai para lateral esquerdo durante 5 minutos. É giro e promove a polivalência do plantel.
6º Fechar o activo.

Até o hino é bonito!

Por causa da fezada #1 começo a pôr em causa a fezada #2.

Aliás, a fezada #2 só não está em eminente fracasso porque o 2º melhor jogador do mundo está castigado. O que não invalida que o 3º melhor ponta de lança da europa não se lembre de começar a marcar golos. Até era bonito. Quem pode censurar um parvalhão de torcer pela melhor selecção do mundo, depois de ver hoje a capa do jornal mais faccioso do mundo. Capiche?

quarta-feira, junho 18, 2008

Fezada #3

Esta é a fezada com maiores probabilidades de sucesso mas que espero que não se concretize. Tem a ver com um jogador que me habituei a admirar ao longo da sua carreira, apesar de nunca ter jogado pelo meu clube.

Parece-me evidente que em todas estas épocas ele tem jogado fora da sua posição. Nota-se que é bem dotado tecnicamente, coloca a bola onde quer (mesmo quando ela vai para fora) e tem um forte remate. Ou eu não percebo nada disto, ou um jogador com estas características tem obrigatoriamente que jogar no miolo, no apoio ao ponta-de-lança. Estranhamente, colocaram-no sempre à baliza.

Agora que já sabemos de quem estamos a falar, vamos recordar a sua prestação neste europeu: 4-3-3. Não se trata da sua formação preferida mas sim do número de saídas em falso nos três jogos já realizados. Comenta-se que até mesmo nos habituais jogos de matraquilhos do estágio da selecção, o homem não se tem livrado das críticas dos 2 bonecos mais defensivos.

Já não há analista que não o considere o elo mais fraco desta selecção e que não veja ali uma aberta a explorar com todo o afinco. Ele anda a prometer e está a pintelho e meio de nos foder o europeu. E continua a imaginar os fantasmas que injustamente o perseguem desde que o colocaram na baliza da selecção.

Cheira-me que desta vez não há Caravaggio ou Camandro que o valha.

Fezada: Até ao final do europeu, Ricardo vai frangar

É só para avisar...

... que este blog não tem nada que ver com isto. Aliás, percebia-se logo quando eles dizem que não são parvos.

terça-feira, junho 17, 2008

Bla bla bla

Novas sobre a B-shirt de Portugali

Corre a muito bom ritmo a venda das B-shirts. Já vamos nas 14, muito próximo das 20 encomendas de que precisamos para pôr a máquina a rolar. Parece que, se passarmos os alemães, já vemos o próximo jogo com ela vestida. Bora lá, só mais meia dúzia!

Entrretanto, e se isso servir de incentivo, damos conta de que estamos a lutar por uma camisola oficial de Portugal, assinada por todos os Viriatos. Acabámos de oferecer 100 euros no leilão do Futebol contra o Cancro, aqui. Se a ganharmos, ela será alvo de leilão invertido, no BnR B, reservado aos gajos que tiverem comprado a B-shirt.
Vocês também se podem fazer a ela sem a nossa ajuda: registem-se em http://www.futebolcontraocancro.com/

Este ano, a silly season vai ser aqui

Entretanto, quem era o silly que na season passada foi aqui apanhado a molhar os chispes à beirão-mar?

segunda-feira, junho 16, 2008

Fezada #2

Ninguém pode acusar os espanhóis de terem uma selecção irregular. Desde que me lembro de os ver jogar à bola que num ápice passam de favoritos a eliminados. Geralmente começam as competições com goleadas convincentes e grandes exibições, e o crash dá-se quando se esgotam os elogios para tamanha performance. É sem dúvida um fenómeno curioso e ao mesmo tempo agradável de seguir.

Neste europeu algo de estranho se passa em relação à selecção espanhola. É certo que eles entraram com tudo: esmagaram a Russia e livraram-se dos suecos. Tudo normal. Mas não se sente no ar aquela euforia que habitualmente acompanha estes momentos. E isso preocupa-me.

Desta vez os espanhóis estão mais sensatos. O país está a atravessar uma grave crise e eles estão mais preocupados em importar o melhor jogador do mundo do que em exportar parvoíces em torno da sua selecção. E como se não bastasse este desprezo, ainda se dão ao luxo de redireccionar a sua tusa para a NBA, onde tem brilhado um jogador espanhol.

Image Hosted by ImageShack.us

Podem apontar. É desta que os cabrões levam o caneco para casa.

Fezada #2: Espanha campeã da Europa.

Ora, 6 x 3 = 18... É uma questão de fazer as contas

Presumo que sejam 9 999 999,00 euros pelo francês, e 1 euro pelo lagarto, certo?

A propósito de "O" jogo de hoje


domingo, junho 15, 2008

Para inglês ver

Who's the donkey?

Fezada #1

Ao minuto 67 do Suécia-Grécia, com um petardo do caraças, Ibrahimovicious obrigou os gregos a algo que nunca souberam e que há muito não faziam: jogar ao ataque. O resultado ficou à vista. Ainda levaram outra suecada e ontem livraram-se de uma goleada russa.

Apesar de não ter visto a derrota contra a Espanha, fiquei ontem deveras impressionado com a performance dos russos, empurrados para a frente por Zhirkov, Zyrianov e outros gajos terminados em ov. Não fosse a falta de pontaria de Pavl… Pevel… Pivia… bem... do ponta-de-lança russo e os números teriam sido bem mais pesados. De qualquer forma, é sempre bom vencer a Grécia pela margem mínima.

Bem, isto para dizer o quê? Para dizer que os russos vão vencer a Suécia na última ronda e que nos quartos-de-final vão mandar as laranjas mecânicas para casa. O Guus Hiddink não costuma falhar estas oportunidades e a partir de agora conta com o melhor jogador russo, que esteve castigado nos dois primeiros jogos, o… o… o… o coiso… qualquer coisa ov. Sei lá, mas dizem que é bom.

Fezada: Rússia nas meias-finais

Esta é a primeira de muitas fezadas que vão aparecer por aqui. Não passam disso mesmo, de fezadas. Geralmente apresentar-se-ão muito mal ou mesmo nada fundamentadas, pelo que não devem tentar isto, nem em casa nem no bet and win.
Conto acertar uma em cada cinco fezadas.

Welcome to the jungle



(Posto que hoje ainda não se falou disso:) O da esquerda chama-se Júnior, o da direita, Iniciado. 5 épocas, dez títulos em 15 possíveis?

sábado, junho 14, 2008

Olha as camisolinhas da moda

O BnR B vai finalmente lançar no mercado as suas B-shirts. Será uma marca à semelhança do blog: má... fraquinha... ordinária... insolente... desavergonhada... insultuosa... politicamente incorrecta... enfim, já se sabe o que é que a casa gasta, não haverá melhorias nesse aspecto.

Como o nosso fornecedor não é propriamente barato, como as quantidades que pedimos não chegam a ser industriais, como até nos temos esforçado por escolher produtos que não mudem de tamanho quando saírem da máquina nem percam as estampagens ao fim de 3 lavagens, nunca conseguiremos apresentar preços que rivalizem com os da loja do chinês, com os da Feira de Carcavelos ou com os dos hipermercados.

Assim, vamos assumir um preço absurdamente alto, como se isto fosse uma marca de prestígio, com edições limitadas e numeradas de cada modelo, e com contrapartidas que mais nenhuma marca dá. Desculpem lá o abuso, mas não podem ser menos que 45 euros, já com IVA e portes incluídos.


Mais uma vez, pedimos desculpa pelo preço, mas avisámos logo nas primeiras linhas que a marca era insultuosa.


Porém, estamos convencidos de que temos argumentos para vos fazer perder a cabeça. Se forem pais de família responsáveis, é melhor pararem de ler o post aqui, senão ainda vão acabar por abrir estupidamente os cordões à bolsa. Depois não digam que não avisámos.

São algumas as contrapartidas que damos para que alguns de vocês caiam na esparrela de comprar uma camisola que provavelmente nunca terão coragem de vestir. São tantas, que é melhor dividir isto por capítulos:


Se já conhecem o pior jogo da blogosfera, fiquem sabendo que ele vai passar a ser só para o pessoal das B-shirts. Significa isto que vai haver muito menos concorrência pelo avultado prémio final. E esta informação torna-se mais interessante quando souberem que, na edição 2008/2009, vai passar a haver 10 prémios. A saber:
  • 1.º classificado – Faixa de campeão = 500 euros
  • 2.º classificado – Troféu Prolongamento = 120 euros
  • 3.º classificado – Troféu Tempo Regulamentar = 90 euros
  • 4.º classificado – Troféu 1.ª Parte = 45 euros
  • 5.º classificado – Troféu 1.ª Parte = 45 euros
  • 6.º classificado – Troféu 1.ª Parte = 45 euros
  • 7.º classificado – Troféu 1.ª Parte = 45 euros
  • 8.º classificado – Troféu 1.ª Parte = 45 euros
  • 9.º classificado – Troféu 1.ª Parte = 45 euros
  • ?.º classificado – Troféu Trofense = ? euros
(em caso de empate, leva o prémio quem tiver comprado uma B-shirt primeiro)

O 10.º prémio é muito interessante. O seu valor vai depender dos cliques que derem nos patrocinadores, pelo que vai aumentando gradualmente ao longo da prova. Com um bocado de sorte, pode tornar-se no melhor prémio em jogo. Será atribuído a quem ficar classificado no mesmo lugar que o Trofense. Por exemplo, se o Trofense se quedar pela 13.ª posição na Liga Sagres, será o 13.º classificado do BnR Bet a levar este prémio-surpresa.


Portanto, há pelo menos 10 de vocês que recuperam o dinheiro da camisola. (Serás tu um deles? Duvidamos, é preciso perceber um bocadinho de bola, o que não é seguramente o teu caso, senão nem vinhas a este blog ranhoso, estarias a comentar no Entre 10, certo?)

Ah, cada camisola dá 10 vidas no BnR Bet. É mais do que suficiente para chegar ao fim das 30 jornadas. Só não damos vidas ilimitadas para que o pessoal não aposte à maluca, desvirtuando um pouco o jogo. Desta forma, a ponderação mantém-se presente. (Na altura própria explicamos melhor as regras do jogo.)

E passamos assim para a contrapartida seguinte:

A contrapartida do BnR Bet é muito interessante, mas só sorrirá a 10 gajos. Além disso, é preciso esperar o campeonato inteiro para saber quem foi contemplado. Por isso, tratámos de providenciar uma contrapartida que estivesse ao alcance de toda a gente e em que não fosse preciso esperar tanto tempo para sentir os seus benefícios. Essa contrapartida é a caderneta de cromos.


Basicamente, dar-te-emos 10 euros (+ IVA) por cada cromo que nos compre uma B-shirt graças à tua recomendação. É uma comissão de mais de 30%. E, como não queremos que te tornes um chato, só queremos que recomendes isto a 10 tontos. Nem mais nem menos. Porquê 10? Podia ser um número qualquer, mas isto é um blog de futebol e, na tua equipa, jogas tu e mais 10. Depois, isto está a funcionar tudo sob o signo do 10: 10 vidas, 10 prémios, 10 euros... É um número bonito.
Portanto, no momento em que tiveres uma caderneta com 10 cromos, canalizaremos para ti uma verba de 100 euros, que é mais do dobro do que deste pela porcaria da camisola.

Para isto ser legal, assinaremos um contrato contigo em que te tornas promotor dos nossos produtos e que te obriga a passar-nos um recibo das comissões que te pagarmos. Burocracias.
(É provável que um dia destes voltemos a explicar isto melhor.)



Este modelo da camisola de Portugali dava jeito que estivesse pronto agora, na altura do Euro, não era? Para isso acontecer, temos de ter um mínimo de 20 encomendas, que o fornecedor diz-nos que, por menos que isso, não está para afinar a máquina. O modelo que aparece nas imagens é uma amostra. O emblema, por exemplo, será bordado.


Bom, como incentivo para ver se conseguimos 20 encomendas em tempo-recorde, para além das contrapartidas anteriores, oferecemos o 1.º cromo da vossa caderneta, o que significa que, aos 20 primeiros, só faltam 9 cromos para acabar a colecção.



Àqueles que alegam que a camisola já está datada, pois Scolari vai embora, eu contraponho que não está, pelo seguinte:
  • Mesmo que esteja, funciona como souvenir deste consulado.
  • No futuro, se as coisas correrem mal ao seu sucessor, muitos vão suspirar pelo brasileiro, pelo que a camisola ganhará um toque nostálgico ímpar.
  • Scolari não durará muito tempo em Inglaterra, pelo que é muito possível que volte à FPF a tempo do próximo Mundial.

Cremos tanto nisto, que os 20 primeiros compradores têm 1 de 3 apostas à sua escolha:
CURTO PRAZO: Se Portugal for campeão europeu, devolvemos o dinheiro.
MÉDIO PRAZO: Se Scolari ficar numa das 3 primeiras posições em Inglaterra, devolvemos o dinheiro.
LONGO PRAZO: Se Scolari cumprir os 3 anos de contrato com o Chelsea, devolvemos o dinheiro.
Image Hosted by ImageShack.us

Naturalmente, poderão devolver o produto se não ficarem satisfeitos.

Ficha técnica:

  • escudo bordado (12 cm de altura)
  • nome e número nas costas a dourado (aguenta as lavagens)
  • o rebordo das mangas e da gola é duplo, parece que há uma camisola verde por baixo da vermelha
  • a gramagem é fraquinha
  • edição limitada a 90 unidades, com etiqueta numerada
  • todos os tamanhos disponíveis

    Vá lá, 20 malucos, a ver se temos a camisolinha pronta antes da final do Euro. Encomendas (com todas as dúvidas) para boloposte@gmail.com

sexta-feira, junho 13, 2008

B-shirt Portugali

Já cá venho explicar tudo, apreciem só o trapinho:

Costuma dizer-se que o público é o 12.º jogador, mas, quando se tem um treinador como o Sargentão, isso não chega.

São precisas 20 encomendas para esta merda ver a luz do dia. Vamos fazer ofertas irrecusáveis.
Vou só jantar e já venho acabar o post.

MELÃO!


(...) é a fruta do meloeiro, planta rasteira e herbácea(...)

(...)Maduro, (...) é bom como calmante, diurético e laxante. É também recomendado nos casos de gota, reumatismo, artrite, obesidade, colite, prisão de ventre, afecções renais, nefrite, cistite e corrimento das mulheres(...)!




Doeu

Afinal, parece que é 1.º de Abril. Inacreditável.

Depois da Quarta-Feira de Cinzas...

... não espero menos que uma sexta-feira santa.

quinta-feira, junho 12, 2008

Scolari no Chelsea

A boa notícia fodeu-me a próxima B-shirt, que já está feita e que só por causa da puta da greve que paralisa o país ainda não foi postada. Em virtude disto, vai ser posta à venda em condições muito especiais. Não percam.


Abramovich sofre da síndrome de Vieira, que se caracteriza por um convencimento de que percebe de futebol, mas que a realidade teima em desmentir. É oficial.


Eu – que, tal como o russo, também tenho a mania de que percebo do assunto – desafio aqui o destino a contradizer-me, vaticinando que, com o brasileiro, o Chelsea nem nos 3 primeiros da Premier League fica. Estou mesmo a ver: «Pessoal, trouxe uma cassete do Barry Manilow para a gente escutar no autocarro. Em relação ao próximo jogo, digam todos comigo: Hail, Mary, full of grace...»


Está bem que o objectivo é a Champions, onde há os mata-matas em que o idiota costuma ter sorte, mas para isso é preciso passar da fase de grupos. Com meia estrutura de Mourinho de abalada, com a outra metade a não saber rezar, vou gostar de ver o Casmurrão fiel às mesmas soluções de sempre numa época com 847359357 jogos oficiais. Antes, palpita-me, vou gostar de vê-lo a ir às compras, a escolher um plantel que não lhe dará desculpas.


Se, por absurdo, Scolari triunfar, sugiro ao Benfica que contrate o tradutor (Costumam ser uma boa aposta, os tradutores: para além do especial 1, lembrem-se do de Saramago para sueco.)

quarta-feira, junho 11, 2008

Como aumenta a taxa de desemprego em Portugal

10.00 - Treino matinal de descompressão. 15 mil emigrantes em delírio.
13.00 - Autocarro parte rumo estádio. 15 mil emigrantes em delírio.
15.00 - Autocarro chega ao estádio. 15 mil emigrantes em delírio.
17.00 - Jogo no estádio. 15 mil emigrantes em delírio.
19.00 - Vitória. 15 mil emigrantes em delírio.
21.00 - Regresso do autocarro ao hotel. 15 mil emigrantes em delírio.
22.00 - 15 mil emigrantes despedidos dos seus empregos na Suiça.

Portugal à Soares Franco

Entre o apito inicial do Portugal-Turquia e o apito final do Rep. Checa-Portugal:

– Obviamente, não somos candidatos. Repito: somos candidatos. Como já disse, não somos candidatos, mas é evidente que somos candidatos.

terça-feira, junho 10, 2008

Este ano, a silly season vai ser aqui

Entretanto, quem é o silly que, na season passada, jogava raquetes à beira-mar com os pezinhos de ouro protegidos?

domingo, junho 08, 2008

sábado, junho 07, 2008

Vai uma apostinha?

Nesta altura estão os portistas e os amigos dos portistas muito apreensivos, mas cheios de esperança de que o FCP ainda possa ir à Champions.

Ao mesmo tempo, estão mais satisfeitos todos aqueles que gostam do jogo sem batota, mas algo apreensivos com a (remota) possibilidade de os batoteiros acabarem por se safar mais uma vez.

As últimas notícias são cada vez mais animadoras para os que torcem pelo cartão vermelho aos batoteiros. A saber:

  • O FCP foi efectivamente condenado à perda de 6 pontos por tentativa de corrupção. Genialmente, nem recorreu dessa sentença.

  • A UEFA, em primeira instância, achou que, por essa razão, o FCP não cumpria os requisitos para participar na próxima edição da Champions.

  • O FCP recorre da decisão da UEFA, alegando que o recurso do seu presidente pode anular a sentença portuguesa.

  • O brilhante departamento jurídico do FCP, enquanto se distraía a tentar perceber se a redacção em francês lhe dava mais jeito do que a em inglês, e enquanto pedia pareceres aos mais reputados juristas, não teve tempo de consultar os mais fraquinhos, como este, que lhe teriam dito, por muito menos dinheiro, que o articulado que sustenta o impedimento do FCP em participar nas competições europeias não precisa de nenhuma condenação, basta-lhe o simples «envolvimento» (em francês: «Il ne doit être impliqué...»; em inglês: «it must not be or have been involved»). Ora, a condenação da Liga (ganho ou perdido o recurso) atesta esse envolvimento. As escutas (legais ou ilegais) confirmam que não há motivos para dúvidas. Os processos em curso na justiça civil carregam ainda mais o céu de nuvens. Não há como negar o envolvimento.

  • Como se não bastasse isso, Platini já veio a terreiro prometer mão dura contra qualquer batoteiro, seja ele quem for.

  • A chico-espertice de tentar equiparar este caso ao dos clubes visados no Calciocaos fez com que o polvo italiano se mexesse no sentido de apagar qualquer semelhança, cortando as vazas aos defensores da absurda tese da equidade.

  • A conjuntura quis que houvesse uma série de clubes europeus enredados em processos semelhantes, o que propicia que comam todos pedagogicamente pela medida grande.

  • A cereja no topo do bolo é o apoio dos herdeiros do G-14 à causa portista, numa espécie de Corrupted United. Ora, como todos sabemos, a UEFA morre de amores por tudo o que diga respeito a esta família, pelo que não desperdiçará esta oportunidade de contrariar este lobby.

Teci este lençol todo para chegar à minha síndrome de Reinaldo Teles: Estou tão confiante de que o FCP não vai mesmo participar nas competições europeias nesta época, que aposto isso mesmo com qualquer um de vocês. Quem perder terá de comprar uma B-shirt. Escolham vocês o que quiserem se decidirem apostar no cavalo porco errado. (Naturalmente, os porcos que ainda não pagaram a dívida ao Alto Bola estão fora deste desafio: também aqui os batoteiros não cumprem os requisitos.)

sexta-feira, junho 06, 2008

Rehab

Jardel no V. Guimarães? Depois de ter feito tudo com a branca, só faltava vesti-la.

Coisas que comentei com os meus botões

Em última instância, podem ir até ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem Corrupto, onde têm fortes hipóteses de se safarem, nomeadamente invocando aquele artigo que diz:

(O facto de as imagens televisivas servirem para sumaríssimos e para mudar as notas aos árbitros também deve ser inconstitucional, não?)

A credibilidade de Carolina

É um dos pontos fortes da defesa, sustentada pelo parecer de quatro catedráticos de Direito (vá lá, são só quatro, podia ser a Ordem dos Advogados inteira, mas não, cabem todos num táxi): «Carolina não tem credibilidade.» Bom, um tipo que é apanhado a mentir em tribunal devia ser o último a meter a questão da credibilidade ao barulho, mas nota-se que tem um apoio jurídico muito sólido. É caso para dizer que se apanha mais depressa uma pessoa sem credibilidade do que um corrupto.

Os factos são os mesmos
Crê o fabuloso gabinete jurídico azul-e-bronco que, se Pinto da Costa ganhar o seu recurso, o clube, apesar de não ter recorrido, acaba por ser também ilibado, uma vez que os factos são os mesmos. Eu só queria que me explicassem, se os factos são os mesmos, como é que podem ter acusado os árbitros de corrupção passiva, e o presidente de mera tentativa de corrupção. Então há mortos, e a acusação fica-se pelo homicídio na forma tentada?
A retroactividade da lei
Dava muito jeito que o FCP não pudesse ser punido na prova de 2004, porque a sentença é de 2008 e, ao mesmo tempo, não pudesse ser punido em 2008, porque os factos são de 2004. Dava jeito, pronto. Só que, no que toca à participação na Champions, pouco importa a data dos factos, o que conta é a data da sentença. Reparem neste exemplo que demonstra como o argumento do FCP é fraquinho:

1) Vocês toda a vida trabalharam numa empresa que nunca quis saber do vosso cadastro criminal para nada.

2) Em 2004 vocês cometem um crime qualquer que demorou a ser investigado e demorou a ser julgado.

3) Em 2007, a vossa empresa decide que os seus funcionários devem passar a ter um cadastro criminal limpo. A partir dessa data, não admitem ninguém que não esteja nessas condições. Todos os anos, têm de apresentar nos recursos humanos o registo criminal. Vocês, apesar do crime que cometeram, continuam com o cadastro limpo, por serem presumíveis inocentes enquanto o processo que corre em tribunal não decidir coisa diferente. O regulamento empresarial não vos afecta.

4) Em 2008, o caso em que vocês eram arguidos chega finalmente ao fim, e são considerados culpados, sendo condenados a uma pena irrisória qualquer: indemnização de 500 escudos, por exemplo.

5) A vossa empresa sabe do caso e diz-vos: «Ó meus amigos, temos muita pena, mas não queremos mais os vossos serviços. Passem pela contabilidade para fazerem as continhas, a partir de amanhã escusam de vir.»

6) Vocês fazem uma linda figurinha se disserem: «Ah, não podem despedir-nos, porque essa norma interna é de 2007, e nós gamámos o auto-rádio em 2004!» O advogado da empresa, que seguramente não pode ser catedrático em lado nenhum, diz-vos: «Na nossa empresa trabalha quem nós quisermos; desde 2007 que não trabalha quem tem o cadastro sujo, e o vosso parece que se manchou agora. Portanto, ponham-se no caralho, antes que o caralho se ponha em vós.»

7) Ou seja, se a lei dissesse em 2004 que a indemnização da merda que fizeram era de 500 escudos; e se essa lei, em 2007, mudasse o valor da indemnização para 800 euros, vocês podiam invocar que não podiam ser punidos em 2008, por uma lei de 2007, pelo crime que cometeram em 2004. Tudo muito bem. Mas na empresa não têm o que invocar: eles decidiram que não querem funcionários com cadastro sujo; a partir do momento em que o vosso cadastro se suja, é natural que não vos queiram lá. É um requerimento administrativo, não é uma pena. Pena temos nós de vocês.






Os ratos, os abutres... e os porcos

Dá para ver, pelo tamanho da porcaria que fazes, que rato é que tu não és. Quanto aos abutres, nenhum benfiquista está contente por ir à Champions num ano em que foi 4.º Acho até que a FPF devia ser punida por ter licenciado um clube que manifestamente não cumpria os requisitos para participar nas competições europeias, passando a batata quente para as mãos da UEFA. Essa punição passaria por não permitir que fosse outro clube português a tomar o lugar do excluído, subtraindo um representante ao contigente nacional. Podia ser que, para a próxima, aqueles que tanto pugnam pelo futebol português pensassem duas vezes antes de curvarem a espinha a certas pressões.

A barraca vai abanar
A terminar, uma mensagem de esperança. Fontes bem colocadas dizem-nos que são muito reduzidas as hipóteses de o FCP se safar na Europa. Alguém se lembra de a UEFA ter alguma vez dado o dito por não dito?

quarta-feira, junho 04, 2008

Quarta-Feira de Cinzas

A Quarta-Feira de Cinzas é o primeiro dia da Quaresma no calendário cristão ocidental, e o último dia do Quaresma no FCP.

As cinzas que os crentes na justiça divina recebem neste dia são um símbolo para a reflexão sobre o dever da conversão, da mudança de vida, recordando a passageira, transitória, efémera fragilidade da vida humana, sujeita à morte (e à vergonha, à desonra e ao descrédito).

A Quarta-Feira de Cinzas marca o fim do carnaval carmenmirandesco das frutas, das baianas que visitam árbitros e dos árbitros que visitam baianas através da Cosmos.

As cinzas indicam que o clube não se chamuscou apenas na pena ridícula dos 6 pontos, queimou-se completamente na fogueira da vaidade de ser campeão não importa como.

A Quarta-Feira de Cinzas é hoje, e eu virei aqui reeditar este post assim que a decisão da UEFA for tornada pública. Come on, baby, light my fire!



PS – Vão para o pote que os pariu, o 5

segunda-feira, junho 02, 2008

Jornal dos Incriveis

Desde muito cedo gorado o sucesso desportivo benfiquista, andei meses a fio ansioso pela chegada do início do Euro. Agora estou enjoado. Já não há paciência.
Directos com a chegada do autocarro à Portela, directos com a chegada do avião à Suiça, directos com a partida do autocarro, reportagens em directo de jornalistas histéricos com a histeria do emigrante histérico com o histérico autocarro da selecção…
Ficámos a saber, entre outras pérolas, que o autocarro seguia em marcha muito mais lenta que o autocarro turco. Toda a gente sabe o que isto significa: que somos muito melhores que a Turquia. Tivemos ainda direito a saber a ementa da selecção para logo à noite: sopa de grelos, massinha com carne e um pudim para sobremesa. Se isto não é sinónimo de sucesso, então não sei o que é. E se falharmos, para 2010 há que abolir a sopa de grelos e apostar na canjinha. Também nos informaram que o próximo grande momento da selecção é o treino de 3ª feira com 12 mil emigrantes. Ok, eu pensava que o próximo grande momento era o 1º jogo, mas isso sou eu e a minha ingenuidade a falar mais alto. Vamos todos ver o treino em directo, com excelentes trocas de bola entre Pepe e Moutinho e um não menos espectacular “meiinho”. E depois vamos ficar todos muito atentos à conferência de imprensa que se segue, onde Petit e Raul Meireles vão debitar enormidades como “estou muito feliz por cá estar e vou dar o meu máximo para agradar ao mister e ajudar a selecção a conseguir os seus objectivos”. Em directo, claro.
Mais à noite, os telejornais vão abrir com 18 minutos de “especial selecção” onde se faz um resumo de tudo o que se passou durante o dia, com importantes intervenções dos enviados especiais, declarações eufóricas dos emigrantes e, claro, uma longa entrevista ao cozinheiro-adjunto, que nos revelará que Nuno Gomes não gosta de espargos na sopa. Com um pouco de sorte vão-nos informar que afinal há outras selecções que também lutam por ganhar esta merda. O que é uma pena.
Ultimamente tenho sido abordado para aprender o hino turco, comprar uma bandeira checa e, caso necessário, tornar Federer um desportista ainda mais feliz. Estou a ponderar seriamente. Pode ser que depois de nos mandarem para casa na 1ª fase possa assistir ao europeu descansado, sem histerias adjacentes.

Quando é que começa mesmo a época 2008/2009?

Rodríguez no FC Porto

Daqui a 3 anos.

domingo, junho 01, 2008

Irmanados

A boa notícia é que deixa de haver €spaço para Pauleta em Alvalade.

Quem é que vai rir no fim, quem é?

Há não muitos dias, e sem motivo aparente, dei conta do meu optimismo em relação à próxima época do Benfica. Entretanto, outros vão escarnecendo do planeamento encarnado, o que mais reforça a minha premonição.

Esta tirada do MK faz-me lembrar uma outra do presidente que defendia o título na longínqua época de 1988-1989. Dizia ele, fazendo uso da sua fina ironia, que, nesse ano, «o principal candidato ao título só podia ser o Benfica, com reforços como Vítor Paneira e Vata».

Realmente, um chavalito que vinha do secundário Vizela e um avançado esquisito procedente do Varzim eram incapazes de meter medo ao grande campeão nacional, que nesse ano se apresentava reforçado com Dito e Rui Águas, dois titulares roubados ao rival.

Pois bem, o Benfica acabaria por dar razão ao irónico prognóstico do presidente portista, conquistando o título nesse ano. Paneira foi o jogador-revelação da prova, e Vata sagrou-se o melhor marcador do campeonato. Mais alguém se lembra disto? Eu não esqueci.

E palpita-me que também não me vou esquecer destas palavrinhas do Master Kodro. Vai ser assim uma espécie de abraços do Cardozo ao Bulhão. Entretanto, na instalação sonora do BnR B, parece ouvir-se o speaker: «Substituição nos posts recorrentes: sai Adu, entram Yebda e Djebbour.»