quinta-feira, novembro 27, 2008

Mudámos de ramo

Achámos que o futebol está sobrevalorizado na nossa sociedade e decidimos dedicar-nos a coisas úteis. Escolhemos a aquacultura não sei porquê, talvez para demonstrar que qualquer coisa é realmente mais interessante que o futebol.

A aquacultura (popularmente também se usa a denominação aquicultura) é uma atividade multidisciplinar e segundo a FAO (1997) refere-se ao cultivo de organismos aquáticos, incluindo peixes, moluscos, crustáceos e plantas aquáticas. Sendo que: "cultivo implica em algum tipo de intervenção no processo de criação para aumentar a produção, tal como regular stocks, alimentação, proteção de predadores, etc. Cultivo também implica em propriedade individual ou corporativa dos estoques cultivados". Difere da pesca pois esta última refere-se a exploração pelo público de riqueza (organismos aquáticos) de propriedade comum.

A maricultura refere-se especificamente a aquicultura marinha, enquanto a piscicultura refere-se ao cultivo de peixes, que podem ser de água doce, salobra ou salgada.

Apesar de só agora o mundo estar despertando para a importância dessa atividade, ela é praticada há muito tempo, existindo registros de que os chineses já a cultivavam vários séculos antes de nossa era e de que os egípcios já criavam a tilápia-do-nilo (Sarotherodon niloticus) há 4000 anos.

Vantagens e benefícios
De todos os animais que o homem já criou até hoje com o propósito de produzir alimentos, quer em escala industrial, quer para sua própria subsistência, o peixe tem-se destacado como aquele que consegue oferecer a melhor produtividade e transformar, a baixo custo, alimentos de pouco valor nutritivo, ou subprodutos, em proteína animal de alta qualidade.[carece de fontes?]
De acordo com a FAO (Food and Agricultural Organization), órgão das Nações Unidas responsável pelo estudo dos problemas de alimentação no mundo, um hectare cultivado com peixes produz mais do que com qualquer outro animal. Enquanto os mamíferos dependem das características do ar para sua respiração e manutenção da temperatura corpórea, o peixe flutua, se locomove e regula sua temperatura interna com muito mais facilidade em virtude da densidade do seu corpo ser praticamente igual à da água. Dessa forma, os peixes despendem muito pouca energia para a flutuação, locomoção e manutenção de sua temperatura interna, o que lhes garante uma maior conversão da energia contida nos alimentos que consomem em carne, alcançando uma altíssima produtividade. Por isso, a aquacultura assume importância cada vez maior no panorama do abastecimento alimentar mundial.

A aquacultura também oferece vantagens sociais às populações de inúmeros países onde o pescado marinho não pode chegar em boas condições sanitárias e a preços razoáveis.

Importância econômica
Apesar de ser um alimento de excepcional valor nutritivo, nem sempre o peixe recebe valor proporcional no mercado.

O Brasil, com 5 quilos de consumo per capita, não tem valores condizentes com o de um país de sete mil e quinhentos quilômetros de costa e imensas bacias hidrográficas. Para efeito comparativo, o índice anual per capita no Senegal é de 37 quilos, no Canadá, 16 quilos, e no Japão, 65 quilos.
Atualmente, a proporção do pescado cultivado em viveiros para o total da produção mundial é da ordem de 10%, com tendência a aumentar. Estima-se a produção mundial de peixes cultivados em trinta milhões de toneladas por ano.

[editar] Produção rural de peixes
No Brasil, a maior parte das atividades relacionadas ocorre em propriedades rurais comuns.

Na grande maioria, essas fazendas são dotadas de açudes ou represas. A atividade agropecuária normal de uma fazenda produz uma série e quantidades variáveis de subprodutos que de maneira geral não são aproveitados, principalmente quanto à sua possível transformação em proteínas para consumo humano: capins, frutos passados, palhas diversas, varreduas de depósitos de rações, camas de estábulos e galinheiros, águas servidas de estábulos, pocilgas, pequenos matadouros, resíduos de biodigestores, etc, que os peixes em cativeiro aproveitam integralmente. Além disso, pode acrescentar-se água servida em laticínios e o bagaço ou torta de filtragem da cana-de-açúcar, entre outros subprodutos de usinas de açúcar e álcool.
Utilizando pouca mão-de-obra, a piscicultura nos açudes e represas não conflita com as demais atividades desenvolvidas numa fazenda. Pelo contrário, é um complemento muito proveitoso, dado que tem a característica básica de reciclar subprodutos e resíduos, transformando-os em proteína animal.

No Brasil, as espécies primitivas de valor comercial - o pacuguaçu (Colossoma mitrei), o dourado (Salminus maxillosus), o tambaqui (Colossoma macropomum), o pintado (Pseudoplatystoma corruscaus), entre outros - não se reproduzem em tanques. São as chamadas espécies de piracema, que dependem da injeção de hormônios naturais e sintéticos para a reprodução. Essa técnica, antiga e descoberta por brasileiros, tem se popularizado rapidamente.
O desenvolvimento da piscicultura brasileira teve por base as espécies exóticas que se reproduzem em tanques e permitem o cultivo controlado. É o caso da tilápia comum, tilápia-do-nilo, entre outros. A migração da base de produção para as espécies de piracema é relativamente recente, sendo posterior à Década de 1970.

As tilápias e as carpas são as espécies mais adequadas para criação em represas e açudes das propriedades rurais, devido à sua rusticidade. As espécies carnívoras, como o trairão e o tucunaré devem ser utilizadas apenas como auxiliares no controle do excesso de reprodução das tilápias, não se recomendando sua criação isolada. A inserção de espécies carnívoras é benéfica para melhorar a qualidade do peixe obtido, que cresce mais em menos tempo. No entanto, a inserção deve ser feita com muito cuidado, pois pode causar sérios problemas ecológicos caso haja fugas das espécies carnívoras para os rios locais.

A adubação das águas é um dos aspectos mais importantes da criação de peixes em cativeiro, representando o enriquecimento das águas. Pode ser feito de várias maneiras. Se for possível, as águas usadas para lavar estábulos e pocilgas devem ser levadas para os açudes, desde que não causem poluição do meio aquático por excesso de volume. Sua presença em pequenas quantidades propiciará o incremento da produção natural de plâncton. Além de fertilizarem a água, os estercos são também diretamente ingeridos pelos peixes. De uma maneira geral, pode usar-se o esterco de curral na proporção de duas toneladas por hectare, duas vezes ao ano.

Os adubos químicos também podem ser utilizados, embora não apresentem resultados tão bons quanto os orgânicos, preferencialmente associados ao esterco para a obtenção de melhores resultados.
Na região de Campos do Jordão, há grande produção de trutas. A truta brasileira ganha mais peso que as correspondentes americanas e japonesas, além de sabor característico.
Portanto, as propriedades agrícolas providas de açudes apresentam um potencial bastante grande para a produção perene de peixe de alta qualidade e a custos baixos.

[editar] Problemas
A aquacultura tem sido em anos recentes um dos segmentos de crescimento mais rápido da produção alimentar global. Tem sido saudada como uma resposta para os problemas resultantes da diminuição das populações selvagens de pescado, devido à sobrepesca e a outras causas.
Não obstante, em 2003 houve bastante debate acerca dos méritos da aquacultura. Em países como Reino Unido, Canadá e Noruega, o cultivo de salmão e de truta são as formas de aquacultura de mais rápido crescimento, mas a medida que este tipo de exploração se expande tem vindo a afetar a qualidade dos peixes selvagens, particularmente do salmão.
Na aquacultura intensiva ou industrial usam-se rações, antibióticos e outros produtos para maximizar a produção, entretanto os efluentes podem prejudicar o ecossistema se lançados no meio ambiente sem o devido tratamento. Alguns vêem a produção orgânica de peixes como uma forma de manter a qualidade do pescado sem alterar o equilíbrio ambiental.

Há também quem critique o valor social da aquacultura, que teoricamente ajudaria aos mais pobres, mas para grupos como o Greenpeace, na prática, a aquicultura serve a grandes grupos multinacionais, e não beneficia diretamente as populações ribeirinhas locais.

A criação intensiva de crustáceos como o camarão também é questionada pelo Greenpeace: os criadores utilizam grandes quantidades de proteínas de baixo custo, incluindo peixes também criados através da aquacultura, como ração para produzir produtos de alto valor, caso do camarão. De acordo com eles, isso só faz os investidores ficarem ricos, enquanto o capital e outros recursos poderiam ser usados de outra maneira para produzir mais comida para mais gente.

Um outro problema da aquacultura é o potencial para aumentar a disseminação de espécies invasivas, visto que freqüentemente as espécies criadas não são nativas das áreas de cultivo. Quando há fugas do criadouro para o meio ambiente é frequente que os animais introduzidos se revelem mais resistentes que as espécies nativas e praticamente tomam de assalto os ecossistemas. Outro problema potencial é a disseminação de parasitas e pragas introduzidas.

No Brasil, há casos de regiões invadidas por tucunarés (espécie nativa da Amazônia) acidentalmente introduzida em ecossistemas de outras regiões, provocando grave predação nas espécies locais.

Dias Ferreira está revoltadíssimo

Então o Sporting assinou ontem mais uma noite histórica, e a comunicação social só dá este destaque?

Haja inspiração!

Uma pessoa, para escrever, tal como para uma multidão de outros verbos acabados em “er” ou “ar” – há excepções, como “chover”, por exemplo -, precisa de uma inspiração, de um motivo. As inspirações têm fontes diversas. Grandes poetas houve que se inspiravam em ninfas do rio. Outros grandes escritores se inspiraram em ninfetas de baloiço. Eu costumo inspirar-me na ninfomaníaca do 2.º direito – isto, apesar da sua idade não muito tenra (Nabokov não apreciaria, por certo). Ora, mas isso são inspirações líricas que uma pessoa utiliza para escrever grandes obras e isso. Eu escrevo na blogosfera e para os blogosféricos. Para isto, as minhas ninfas são outras... Lá chegaremos.

Ainda sobre a origem da inspiração, temos, por um lado, o universo onírico, e, por outro, as manifestações reminiscentes. Por vezes, um universo e as outras manifestações juntam-se. Quando tal acontece é quase certo que o encontro se dá no lavabos do Campo Grande.

Quantas e quantas vezes eu sonhei com as minhas ninfas às riscas a levar cinco? E duas vezes na mesma época? E com autogolos? E penalties? E expulsões? Se hoje não tivesse visto no televisor o Caneira a executar aquela canelada acrobática para bater o Patrício e o outro, o Polga, a meter, de barriga, para o fundo da malha e aquele mesmo Patrício a cometer uma defesa penaltificada e a ser avermelhado e esse já mencionado Polga a ver passar os Messis todos do mundo em direcção à baliza sem perceber o que se passava... Se eu não tivesse revisto, julgaria que não tinha passado de mais um sonho palerma, daqueles que eu tinha nos tempos em que pessoas chamadas Leónidas e Taument vestiam a Digníssima de forma indigna. Mas, agora?! Hoje, que a Veste cai elegante sobre o pêlo de gente de bem, materializam-me assim, sem aviso, delírios e reminiscências em 90 minutos de incredulidade?!

Meus amigos... como diriam os excursionistas, “Olé!”...
Que não lhes calhe o Arsenal nos oitavos...




Publicado também AQUI.

Cabisbaixo

Acabei de ver as imagens. O Polga ontem marcou um golo de cabeça.

BnR Bet: Tabela 9 + Boletim 10


Image Hosted by ImageShack.us


  • O que é que mudou na frente? O Quinhentinhos deixou-se estar quietinho e beneficiou da derrapagem de 10 pontos do Arquivo Vivo e de O Visconde Era Gay, o que permitiu ao Talk Talk assumir a 3.ª posição.

  • É a primeira tabela em que alguém põe a mão no Troféu Trofense. Se a prova terminasse hoje, o Antitripa, por ficar na mesma posição que o campeão da Vitalis (neste caso, a 16.ª), ficaria com o prémio correspondente às receitas publicitárias deste blog, que neste momento atingem os 80,30 dólares americanos. Toca a clicar nos sepônsores, pode calhar-te a ti!

  • Os outros 9 prémios também não são maus, pelo que as 5 vidinhas que o concurso parvo lá de baixo está a oferecer são um presente extraordinário.


Posto isto, posta a tua aposta!

Dá-lhe com força, Abílio, imagina que é a sério!

Convenhamos que não é só pelos resultados desastrosos que alguns clubes são ridículos. A sua massa associativa também tem uma palavra a dizer.

É uma situação tão parva, que só pode dar origem a um concurso parvo:


  1. Arranja uma imagem que retrate uma situação embaraçosa.

  2. Apõe-lhe a palavra olé de um modo absurdo.

  3. Manda-a para o meu e-mail até ao fim do dia de hoje.

  4. Fica atento à votação dos leitores do BnR B durante a sexta-feira.

  5. Habilita-te a ganhar 5 vidas 5 no BnR Bet.

  6. Passa por aqui um pouco antes das 20:30 de sexta-feira para saberes se foi a tua imagem a mais apreciada, ainda a tempo de participares na 10.ª jornada do pior jogo do mundo. Se fores tu o vencedor e não estiveres cá para recolher o prémio, perdes o direito a ele.

  7. Em caso de empate, decido eu o vencedor.
Aqui vai a minha candidatura:

PS – Achamos de muito mau gosto estes concursos idiotas em que se goza com equipas que sofrem 5 golos. Por isso, não vamos prolongar a brincadeira com coisas que não dão vontade de brincar. Significa isto que, ao contrário do que estava previsto, não vamos submeter as imagens a votação e, em vez de dar 5 vidas ao vencedor, vamos dar 1 vida a todos os que participaram, porque nunca se sabe quando é que é boa ideia participar num passatempo do BnR B. Esperamos que entendam. (Mantém-se aquela parte de quem não fizer uso do prémio nesta jornada perder o direito a ele.)

Por ordem de chegada (e com títulos dados por nós):

1 – "Tem cuidado com o que desejas", do Pedro

Image Hosted by ImageShack.us


2 – "O legarto", do Caneleiras de Cortiça

Image Hosted by ImageShack.us


3 - "Five Cautchu Balls", do Melga Mike
Image Hosted by ImageShack.us



4 - "O quinto do Bill", do Pipolinus

Image Hosted by ImageShack.us


5 - "Já ias agoirar para o raio que te parta", do Anti-Franceses

Image Hosted by ImageShack.us


6 - "Não consigo meter o olé em cima da imagem", do Diego Armés

Image Hosted by ImageShack.us

7 - "Cheira-me que vou ganhar qualquer coisa", do Ruddion

Image Hosted by ImageShack.us

8 - "O que raio é esta merda?", do Insurrecto

Image Hosted by ImageShack.us


9 - "Já vi este cu em qualquer lado", novamente do Insurrecto

Image Hosted by ImageShack.us


10 - "Podes mandar muitas imagens, mas só ganhas 1 vida", ainda do Insurrecto

Image Hosted by ImageShack.us


11- "Se cá nevasse, fazia-se cá sky", do Neoprodigy

Image Hosted by ImageShack.us

quarta-feira, novembro 26, 2008

terça-feira, novembro 25, 2008

Jornada 10



Pontapé de saída para o ultimo terço do apuramento. Jogos de bastidores, trocas de favores, fruta, café e chocolate, tudo vale, até Orishas...para atingir o apuramento para a fase final. Ainda não há apurados, muito menos arrumados. Vamos lá ver então o que vai dar com estes quadros de jogos:



Posto isto....postem vocês.



segunda-feira, novembro 24, 2008

Jornada 9

Numa jornada Fevereiresca, com menos um jogo, resultados fraquinhos, fraquinhos. A crise chegou ao CNB, Eis os resultados:

Na Série A, destaque todo para o Campeão Nacional de Blogues em título: EU, que consegui bater finalmente o Futeblog SAD. Guest, depois devolvo-te os Orishas, prometo. Destaque negativo para o bom do Zé Bitaite que pensava que jogava a Selecção e não meteu equipa. Amigo: mais uma balda e vais fazer companhia aos que já lá estão.
Eis a ordenação:
Na Série B, destaque para a nula taxa de faltas de comparência. Destaque ainda para os 3 invictos desta série...ninguém lhes bate o pé? Bom campeonato sim senhor! Série competitiva.
Eis a lista:
Vá, agora peçam autorização ao presidente e dirijam-se aqui à caixa de comentários para hablarem do árbitro ou cascar no repórter. Não vale perguntar ao caramelo se só agora chegou à figueira da Fo(d)sezzz..... abanando a cabeça...qual relógio de parede invertido e com risca ao meio.....

Académica 0-2 Benfica

Foi a primeira vez que vi uma admoestação verbal a um jogador mesmo antes de a partida começar. Ainda a bola não rolava, já o Benfica tinha um jogador condicionado por saber que veria um amarelo na primeira falta que fizesse. Tal como os sumaríssimos, o terrorismo pedagógico também é só para alguns.

Momento da noite: aquele em que Rui Santos, no Tempo Extra, se engasgou todo para dizer que a vitória do Benfica tinha sido justa. Há coisas que custam a dizer.

quinta-feira, novembro 20, 2008

BnR Bet: Tabela 8 + Boletim 9

Image Hosted by ImageShack.us




  • Nesta jornada muita gente gente encheu o bandulho, alguns empanturraram-se mesmo, como foi o caso dos novos líderes, que vêm do jejum das vidas perdidas directamente para o lugar da cerejinha no topo do bolo. O Quinhentinhos (que pontua pela primeira vez nesta temporada) e o Arquivo Vivo (o defensor do título) tiraram a barriga de misérias com a miséria que o Leixões fez em Alvalade. E conseguem uma vantagem difícil de anular com as regras novas.

  • A fechar o pódio, temos o vencedor da primeira edição do pior jogo da blogosfera. Pois é, os tubarões já começam a meter as barbatanas de fora.

  • Saúda-se a estreia do Tiago, graças à vitória num passatempo imbecil. Vamos ver quanto tempo dura a sua única vida. Pode ser que dê pelo menos para o Troféu Trofense, que vai nesta altura em 78,44 dólares. Está nas vossas mão fazer subir este prémio, clicando nos anunciantes lá de cima, depois não digam que vos calha a vocês.

  • Em caminho inverso temos o Nando, que geriu mal a única vidinha que tinha. Rui Patrício, quando voou para a bola indefensável de Roberto Sousa, caiu mesmo em cima do pobre Nando, que foi desta para melhor. Olha, pá: como o cobarde do teu opositor na Bolsa de Opiniões não se chegou à frente com o dinheiro, estou capaz de te dar a vida a que ele tinha direito. Parece-te bem?

  • Passemos ao que interessa, o boletim da próxima jornada:
Posto isto, posta a tua aposta!

Este Portugal parece uma camisa de Dunga

A matéria-prima não é má, o preço é para ricos, mas o resultado final é medonho.

terça-feira, novembro 18, 2008

Jornada 9

Mais uma jornada se avizinha, a nona e temos novo Treinador na área. Trata-se do Blog Banco da Mexicana, que ocupa assim a vaga do desqualificado FootBicancas, que por sua vez havia ocupado a do também desqualificado Alto Bola. Porra! É uma vaga enguiçada...Será que à terceira é de vez? Ou é mais a outra face da moeda, aquela que diz que não há duas sem três? A ver vamos. Boa sorte. Eis a ementa para a jornada 9.
NOTA: O Jogo Estrela da Amadora vs Fóculporto foi adiado para meados de Dezembro.
O Conselho de Justiça do CNB, deliberou por unanimidade excluir este jogo da jornada 9, pois não vamos ficar à espera de Dezembro para fechar a mesma. Ficará esta ronda encerrada na próxima segunda feira, com o Jogo V. Setubal vs Belenenses. Por isso e para os mais distraídos, aqui fica o aviso:
Não convoquem jogadores do Estrela nem do Fóculporto pois não vos vão dar nada, nesta jornada. (como eu gosto de dizer isto) Não contam para nada!

Posto isto, façam lá as vossas equipinhas, que a minha á está feita. Preparem-se Orishas que é desta que cantam!

segunda-feira, novembro 17, 2008

Jornada 8

Mais uma jornada passada e as movimentações ao ataque à fase final do CNB aumentam. Eis os resultados desta jornada:

Na Série A, o destaque vai para nova Desqualificação e sobre a mesma vaga. O Footbicancas nem aqueceu o lugar que era inicialmente do Alto Bola e resolveu tirar bilhete. Três faltas de comparência e aí vai o Foot Bicancar para junto do seu antecessor. Next! Já há novo blog na próxima jornada. O Artte do Futebol e o The Eagle atingiram o limite de faltas previsto no Novo Estatuto do Alun....perdão, no Regulamento do CNB. Mais uma balda e vão com os porcos também. Eis a tabela ordenada:

Na Série B, o Benficólogo também ficou à bica. Adormece na próxima jornada que logo vês para onde vais ó Benficólogo! Nota negativa e positiva ao mesmo tempo para o Segredos da Bola, que esqueceu-se de acertar o relógio pela hora nova, não apresentou jogadores, falhou a jornada, e acabou por pontuar frente a um Sporting '06 afectado provavelmente com os ares de Matosinhos. Valeu pelo alcance do segundo posto, mesmo sem jogar....Nem o Mourinho!
Eis a lista classificativa da B:
E agora, ó Zés Motas, ponham lá a boina e digam de vossa justiça. os micros estão apontados para ustedes.

Siga a rusga!


Preocupado com a crise de militância no seu clube e com as fracas assistências no estádio, Soares Franco reza a todos os santinhos para que a polícia não venha a fazer detenções também entre as claques leoninas. É que menos 30 pessoas em Alvalade, mesmo com a camuflagem das cadeiras, notava-se logo.

Benfica 1-0 Estrela da Amadora

Faz sentido: para os pobrezinhos, rendimento mínimo garantido.

sábado, novembro 15, 2008

Não te metas nisto, Abílio!

– Se te apanho a fazer olhinhos à minha Vitória, faço-te o mesmo que o Vuk fez ao Barbosa, estás a ouvir? Vai lá brincar com marrecas suíças e gordas ucranianas, vai...

Campeonato tântrico

Queria dizer que não tenho pressa nenhuma em assumir já nesta jornada a liderança do campeonato. Nada de celebrações precoces. Lá chegaremos, é inevitável, mas expliquemos ao Abílio, novato nestes assuntos, o que é esta coisa do sexo tântrico: Carrega, Leixões!

sexta-feira, novembro 14, 2008

Prestígio intacto

Aquele que é – se calhar com toda a certeza – o 7832.º pior blog do mundo conseguiu evitar mais uma nódoa no currículo ao não ser eleito o blog do ano, da categoria de desporto, dos prémios Super Bock. O vencedor? Um blog de primeira água que copia piadas giríssimas de blogs sem qualidade (aqui para nós, é como dar ao Tony Carreira um prémio pela melhor canção original ou, deixem-me ser mais absurdo ainda, é como designar o Sá Pinto embaixador para o desporto escolar por incorporar o espírito desportivo, mas está bem). A má notícia é que não poderemos acrescentar o cheque-Worten aos 500 euros do BnR Bet. A boa é que vamos poder voltar a publicar febras.

quinta-feira, novembro 13, 2008

BnR Bet: Tabela 7 + Boletim 8

Image Hosted by ImageShack.us

  • E eis que a jornada 7 nos trouxe um pódio novo. A liderança está agora na mão do Talk Talk (que diz que os outros Falam Falam, mas não os vê a fazer nada), seguido do Almareado (é a primeira vez que estás tão alto, não é?) e de um candidato com provas dadas, O Visconde Era Gay.

  • Red Glock (ou Ioiô, para os mais atentos) desceu do posto mais alto para a 6.ª posição, enquanto o Almareado, por exemplo, veio do 7.º para o 2.º lugar. Já dizia o outro que a vida é como os interruptores...

  • Falando em vida, houve 6 – seis – 6 infelizes que perderam uma nesta jornada. Aí, destaque para o defensor do título, o Arquivo Vivo, que perdeu a virgindade (ainda te chamamos Abílio Vivo) e para o Quinhentinhos, que ainda não se estreou a pontuar (ou seja, tu é que és o verdadeiro Abílio!).

  • Bom, mas a minha vida não é comentar os vossos esforços para ficarem com o meu dinheiro, tomem lá o boletim para a próxima jornada:

Posto isto, posta a tua aposta!

Big Phlop

Scolari dando a táctica que mata-mata e mói-mói
Depois de ter posto fim à longa invencibilidade caseira do Chelsea, depois de ter acabado com uma série negra de 5 derrotas consecutivas por parte da Roma, o melhor treinador do mundo, com o fraco plantel à sua disposição, não conseguiu evitar ser eliminado da Taça da Liga, em casa, frente ao poderoso Burnley, da Vitalis-lá-do-sítio, que chegou a apresentar a táctica de jogar com um a menos, que é uma coisa que baralha sobremaneira o Big Phil. Enfim, tem de se dar crédito a quem o merece, há muito tempo que os Blues não apresentavam resultados destes, e todos sabemos graças a quem: Bruno Paixão, claro.

terça-feira, novembro 11, 2008

Jornada 8

Finalmente Liga! Eis os encontros desta jornada:

Vá lá minha gente, toca a postar. Não esqueçam da hora e não se preocupem que nesta jornada os paixões estão na jarra!

Escuta, escuta...


“Aqui mandamos nós! Aqui mandamos nós! Isto é a nossa
casa. Assim não, é uma vergonha!”

Hélder Postiga, dirigindo-se a Bruno Paixão no túnel de Alvalade

Onde é que ele teria aprendido isto?


"Também perdemos muito dinheiro... Alguém vai pagar por isto."

Pedro Barbosa, no balneário do árbitro


A este competente dirigente gostava de dizer o seguinte:


Hic Notícias


Foi dos programas mais hilariantes a que assisti (dou uma vida no BnR Bet a quem me der o vídeo do Dias Ferreira a jurar a pés juntos que o Caneira não tinha atingido a cara do Hulk no lance da expulsão do sportinguista, enquanto a imagem, em câmara lenta, mostrava precisamente o contrário).

Repare-se no rodapé, no resultado do jogo em análise. Ao mesmo tempo, o idóneo senhor da imagem afirmava não ter dúvidas de que a primorosa assistência de Aimar para o golo de Maxi tinha apanhado o uruguaio em fora-de-jogo. Uma delícia. O dia seguinte é uma ressaca de todo o tamanho, está visto. Hic!...

Que mais pérolas guardaram vocês deste programa?

Embaixadores para o desporto escolar

Rui Costa, Vítor Baía e Sá Pinto foram designados embaixadores para o desporto escolar, numa iniciativa que visa incentivar os mais novos à prática desportiva. Os 3 antigos internacionais portugueses, escolhidos pela forma como incorporam o espírito desportivo, vão percorrer, até ao final do presente ano lectivo, um total de 180 escolas apresentando a sua experiência enquanto atletas profissionais. Rui Costa promoverá o futebol, coisa que continua a fazer trazendo para Portugal artistas com o génio de Aimar, por exemplo; Vítor Baía falará sobre o andebol, que é uma modalidade onde se pode usar as mãos pelo campo todo, enquanto Sá Pinto fará um punhado de palestras sobre os benefícios do pugilismo como aliviador de frustrações.

Mou City

A bola ainda não entrou, mas já bateu nos dois postes. Chega-me.

Xô, aves agoirentas!

Haviam de ter visto a cara do lagarto que estava por perto do televisor aquando do golo de Yebda na madrugada da partida:
– Oh, vou-me embora, já não tem graça!

segunda-feira, novembro 10, 2008

Jornada 7

Ainda agora acordamos da letargia de quase um mês de interrego e eis que a Liga decide mais uma paragem, para mostrar que temos competições da FPF...Esta Liga mais parece a Justiça Portuguesa.....
Adiante ao que interessa, a sétima jornada. Eis que se passou dentro das quatro linhas:

O CASO DA JORNADA: Calcio Rosso 3-1 Fair Play-b. Tudo aconteceu quando Wesley apontou o golo. A malta do Fair Play fez jus ao nome que escolheu para o blog e brindou o adversário com um auto-golo, pois segundo as regras, um jogador inscrito na posição errada, que facture nessa jornada, afunda é a própria equipa e como tal em vez do 2-2 que ficaria caso o brasileiro leixonense tivesse entrado na equipa como médio, temos um 3-1 final. Fair play é fair play!

A classificação ficou assim:

Nota, serie A, para a comparência das equipas todas a jogo. Temos LIGA!!!!!
Na série B, para além do já sentenciado CASO WESLEY, o destaque vai para o limite de faltas atingido pelo Bakero do Memória Gloriosa. Da próxima vez que adormeceres....kaput!
Não podia deixar de soltar um Ahahahahahh, pelo esquecimento da malta da casa, o BnRB. Sai uma advertência para os caseirinhos! O sistema está a cair.....

E agora malta, toca a comentar a vossa prestação e não venham cá com os paixões isto e os paixões aquilo, que o nojo não é geral....