sábado, janeiro 19, 2013

Exponor – Grandes feiras, grandes negócios


17 comentários:

O Anti Lampião disse...

Deixem-se de tretas e preocupem-se é com isto

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=3-JdfGuX5Xc
http://oantilampiao.blogspot.pt/2013/01/o-fair-play-e-mesmo-uma-treta.html

Manuel disse...

Não não! Preocupem-se é com isto!

Os tipos andam a reunir as tropas, agora que se aproxima a altura de se verificar que o seu modelo de negócio para o futebol está a chegar ao fim.
A crise também tem coisas boas e uma delas é o desfazer de mitos e mentiras que à custa de muita propaganda, muita mentira e de actividades ilícitas e criminosas - vejam o mito e a mentira Armstrong - tem vindo a ser martelada na cabeça das pessoas ao longo deste últimos anos.

Como dizia Warren Buffet, "Quando a maré baixa é que se vê quem anda a tomar banho sem calções".

As pessoas honestas começam a perceber aos poucos o "bluff" que tem sido o modelo de gestão dos andrades.
Os jogadores já não se valorizam como antes. Os clubes estrangeiros já perceberam que têm andado a ser enganados. Os adeptos já começam a perceber que têm sido roubados ao longo dos anos.

Já não conseguem comprar jogadores tão baratos como antes. Gastaram cerca de 45M€ em 4 defesas no último ano e meio.
Os problemas de tesouraria que se estão a tornar crónicos são para continuar e piorar. Esperem até eles receberem o que resta do Falcão e do Hulk.

As receitas da TV e outras de publicidade já foram antecipadas em vários anos, as receitas das assistências assim como outras associadas estão a descer com ritmo alarmante. Não é a Champions que irá compensar tudo isso.

Temos todos de andar com os olhos abertos e denunciar a pouca vergonha que tem sido o doping no futebol em Portugal, especialmente a norte. Ainda hoje estava a ver o Benfica-Feirense e o jogador Jorge Gonçalves, o seu melhor jogador. Embora seja um jovem, com um corpo jovem, a parte do pescoço para cima é de um velho de 60 anos. Uma careca acentuada própria de alguém com mais 30 anos em cima. Havia um defesa do mesmo clube com parecenças semelhantes.

Olhemos para o Jaime Pacheco, para o Jaime Magalhães, para o Semedo,
para o André e vejam as semelhanças. O miúdo Mangala, com 21 anos, já parece ter mais de 30 anos.

O Armstrong, que utilizou todo o tipo de drogas, não está tão "gasto". Por enquanto. Talvez por ter sido "aconselhado" por médicos melhores. Agora vejam bem o tempo e as "cargas" que esses jogadores não devem ter tido ao longo da sua carreira.

Eu não sei nem quero levantar falsos testemunhos, mas acho muito estranho tudo isto. Os picos de forma e de agressividade repentinos, coincidindo sempre com jogos decisivos são sempre de suspeitar.

Assim como todas as suspeitas sobre o Armstrong se verificaram verídicas tenho a certeza do que é aqui afirmado também é verdade.

Desconfio, no entanto, que será mais difícil provar tudo isto pois vivemos num país em que impera o código de silêncio da máfia. Assim como a corrupção no sistema judicial e policial que tem protegido os criminosos.

Código esse que foi utilizado, com sucesso, nas várias fases do julgamento do "Apito Dourado". Juntamente com a compra de testemunhas, de testemunhos e depoimentos falsos e de lançamento de cortinas de fumo.
Até um dia!

Francesinha disse...

Para não falar do Bruno César ou do Carlos Martins ambos com menos de 30 anos e ja com uma careca bem acentuada.
Se formos falar do Aimar? a esse só lhe resta o cabelo porque de resto nao tem ponta por onde se pegue. Desde que está no clube operação coração fez uma época apenas,a época do titulo.Fez uma época e o resto? joga 60m e fica dois meses lesionado para limpar a merda toda que tem no organismo.
Mas não foi o unico,naquele ano chegavam aos balneários vomitavam que nem porcos. Eram gastroenterites a toda a hora.


"Os clubes estrangeiros já perceberam que têm andado a ser enganados. Os adeptos já começam a perceber que têm sido roubados ao longo dos anos."

O Atletico Madrid anda super triste com o Falcao ou até o Moratti com o Guarin.

Ó Manel isso de vires para aqui com copy-past de blogues de lampiões liberta um certo cheiro a merda que se nota ao longe.

kino disse...

Eu não tenho pena nenhuma dos sapos! Eles preferem ver os corruptos fortes, nem que para isso seja necessario eles ficarem na merda!!
So tenho que agradecer aos sapos o clube que eles são, tenho a felicidade de estar vivo para ver a miseria de clube que voces se tornaram!
SEM HONRA, SEM GLORIA, SEM TITULOS, VENDIDOS AO PODER DOS OUTROS, EIS O GRANDE SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!

Manuel disse...

Para os andrades que confundem gastroentrite com doping. Eu gosto é da careca do Aimar! lol!

"Doping no fcp
Nos meus tempos de aluno de liceu (anos 80) tinha um amigo que ajudava um professor de Ed. Física na colecta de dados para as estatísticas do FCPorto. Essa colecta era feita no recinto de jogo. O meu amigo foi chamado várias vezes a urinar em vez de jogadores do FCorrupto.

(Esse tipo era o José Neto professor do liceu de de Paços de Ferreira na altura).

Doping nos júniores?
05.07.2007. Os portistas Rui Pedro e Fábio Pereira foram suspensos preventivamente porque, no final de um jogo entre o Benfica e FCPorto no dia 5 de Maio a contar para o campeonato nacional de Juniores foram ao balneário antes de comparecerem atrasados, ao controlo anti-doping, situação proibida pelos regulamentos antidopagem.

"O Augusto Inácio, presente na final de Tóquio, que foi jogado com uma temperatura de -1 ou -2, sobre neve, deu uma entrevista à revista Pública há alguns anos. Diz o seguinte: "Fiz um belíssimo jogo, que me correu bem do princípio ao fim. O encontro foi disputado em condições dificílimas com frio e neve. Mas neste jogo saiu-me tudo na perfeição: fiz bons desarmes, bons cruzamentos, bons remates (...). Depois daquele jogo o meu corpo DEMOROU UM MÊS A REGRESSAR AO RITMO NORMAL (...) NO FINAL FIQUEI MEIA HORA DEBAIXO DO CHUVEIRO QUENTE E MESMO ASSIM O CORPO NÃO REAGIU. NO INTERVALO A TREMIDEIRA ERA TÃO GRANDE QUE NÃO CONSEGUIA MANTER O CHÁ DENTRO DO COPO. ENTORNAVA-SE TUDO".

(Um jogador bem treinado e fisicamente apto ficou um mês - 30 dias - à espera de recuperar de um mero jogo de futebol jogado sobre a neve?)

"Estava com um sportinguista e o Ivkovic, ex-guarda-redes do Sporting, a conversa resvalou para o futebol e para as conquistas do FCP. Qual não foi a nossa surpresa quando o Ivkovic nos confidenciou que o Fernando Gomes, o bi-bota, que jogou com ele no Sporting, lhe contou que na final de Tóquio, durante o intervalo lhes deram uma bebida que lhes causou uma aquecimento tão grande no corpo que quando voltaram ao relvado até parecia que a neve derretia! Comparem com as afirmações do Inácio acima."

"Comparem com o livro do Fernando Mendes, que jogou no FCP, em que este revela que existiam (existem?) clínicas no norte onde se faziam investigações sobre estas substâncias (dopantes) e as respectivas dosagens a aplicar, de modo a não deixar traço nos controlos anti-doping. Estas experiências eram feitas em júniores (!!) que serviam como cobaias. Uma das consequências da tomada dessa drogas era, "provocava uma raiva enorme", "incutiam uma raiva enorme", e "ficavam cheios de ódio". Não soa a qualquer coisa conhecida?"

(continua)

Manuel disse...

(continuação)


"Semedo saiu para o Salgueiros clube que representou durante 3 anos e EMERSON transferiu-se para o Middlesbrough por alguns milhões de Euros, na 1ª época foi o titular da equipa, mas aos poucos a amarelinha foi-se esfumando e aquele que parecia um jogador de topo começou a transformar-se num jogador banal, tendo no ano seguinte sido transferido para o humilde Tenerife de Espanha onde ficou 3 épocas, indo depois para o Deportivo onde jogou 2 anos indo depois para o At. de Madrid de onde foi dispensado no ano seguinte com guia de marcha para o Rangers onde fez apenas 2 jogos para a meio do ano seguir para o Vasco da Gama onde não fez um único jogo, acabou posteriormente por acabar a carreira no modesto Madureira do Rio de Janeiro, cidade que o viu nascer.
Assim, de jogadores banais se fabricam jogadores bomba, que assim que saem do FC Porto se transformam em jogadores banais e sem qualidade..."

"Doping do Semedo.
As artimanhas eram conhecidas nas esferas da alta competição e médicos do laboratório de anti-dopagem limitavam-se a assobiar para o lado e a fazer de conta que nada viam.

O caso é antigo e falamos de um jogador que deu tudo à causa do FC Porto, António Orlando Vinha Rocha Semedo, cerca de 30 anos de idade quando foi um dos escolhidos juntamente com Emerson Moisés Costa para o dito controle anti-doping a táctica utilizada estava mais que gasta e caia em descrédito pelo que a solução encontrada foi trocar a urina dos 2 atletas, até porque Emerson recentemente contratado ao Belenenses e num excelente momento de forma e que poderia render ao clube alguns milhões não poderia de forma alguma ser suspenso, perdendo assim o FC Porto o seu melhor homem do meio-campo e perdendo milhões com uma eventual suspensão do atleta.
Resultado de toda a situação, as culpas recaíram sobre Semedo que acusou positivo no teste de doping sendo assim suspenso pelo período de 1 ano de jogar.
Afinal Semedo era já um jogador em final de carreira e com uma lesão gravíssima. o elevado prémio financeiro que posteriormente viria a receber para arcar com as culpas assim jogadores e clube teriam assim a sua recompensa. Afinal de contas o plano era perfeito pois Semedo estava a contas com uma lesão gravíssima".


Não acham que são COINCIDÊNCIAS a mais?

Manuel disse...

E é bom não esquecer isto:

"O mais escandaloso foi o caso, muito bem branqueado, do João Pinto - defesa direito dos corruptos - cujas culpas, para "safar" o corruptozito, recairam em cima de Veloso. O Mundial de 1986 ficará para sempre nos anais da história como a fraude e manipulação do século.
Veloso, levou e bem o caso até às últimas consequências tendo recebido da FPF uma indnmização de 25.000 contos.
É bom irmos lembrando estes casos. Quem estava dopado era João Pinto e não Veloso!"

Os indícios são mais do que muitos! E NÃO ME DIGAM QUE TODA ESTA GENTE ESTÁ A MENTIR!


Ghost disse...

O Carlos Martins faz 31 anos em abril.

Francesinha és um larilas.

Francesinha disse...

É o que eu digo os adeptos do clube da operação coração nao sabem ler...é cada um pior que o outro.
Falo da careca do Bruno Cesar e do Carlos Martins e nao a do Aimar.
Os energúmenos leiam ou interpretam o que lhes interessa,e assobiam para o lado.

Eu confundo gastroenterites com doping (quem tem logica) mas ha quem confunda doping com calvice lol.

É só rir com estes lampiões.
Por falar em carecas,veio-me agora á memoria a careca do Paulo Futre ou a do Sousa ou até do Frasco lol.Todos eles jogadores do FC Porto - campeão europeu 1987 - onde já li que estavamos todos dopados lol.

Depois vem os contrloes supresas da Uefa e e deixam por terra as teorias dos lampiões.

Coitado é do Zidane outro craque que se baseou no doping,qualquer sai uma entrevista que andou na snifadela.

Mais um que pensa que coca-cola escreve-se com apenas 4 letras.

E aquele jogador que veio do Vitória de Guimarães,o Nuno Assis.O tal que andou a tomar umas coca-colas a mais. LOL

Francesinha disse...

"O Carlos Martins faz 31 anos em abril."


LOL

Francesinha disse...

Ja que gostas muito de copy-past:

Paulo Barata, jogador de râguebi do Benfica, deverá ser alvo de um processo disciplinar, devido a um controlo antidoping positivo, por detecção de finasterida, uma substância mascarante.

O controlo foi realizado no dia 7 de Janeiro, depois de um jogo entre o Benfica e o Técnico (os “encarnados” venceram por 31-16), inserido na quarta jornada do campeonato nacional de honra. Segundo revelou à Lusa o director do Laboratório de Análises e Dopagem (LAD), a contra-análise foi realizada no dia 30 de Janeiro e confirmou a detecção de finasterida.

A Federação Portuguesa de Râguebi já foi notificada do resultado da contra-análise e terá agora de abrir um processo disciplinar a Paulo Barata, protagonista do segundo caso de doping com finasterida registado no Benfica no espaço de um mês: António Tavares, “capitão” da equipa de basquetebol registou dois controlos positivos em Dezembro, e o Benfica atribuiu responsabilidades ao médico (Amílcar Miranda, segundo o site do clube da Luz).

Francesinha disse...

E só para terminar ò Manel,volta lá para o blog dos papalvos ou será que deixaram-te a "falar" sozinho? lol

É no que dá de escrever só merda,acabam-se as teorias e fecham o "estaminé". LOL

Admiro a tua persistência,andas a espalhar a tua azia e frustração por todo lado. LOL

Manuel disse...

Ó andrade continuas a falar sozinho? Ou apenas a rir sozinho? O típico riso alarve de quem não tem argumentos.

Eu quero é que me fales de todas estas coincidências e de todos estes testemunhos. Isso é que era! Ainda bem que existe copy/past e a internet pois enquanto vocês existirem irão levar com toda a merda que fizeram nas trombas!


PS. E o que é que tem o ragueby a ver com o futebol? Se os jogadores se doparam devem ser castigados.
Mas o Benfica ao contrário de vocês andrades não tem um sistema de laboratórios de doping espalhados pelo norte de Portugal como vocês têm que até utilizavam os miúdos dos juniores como cobaias.

Olha o que diz o Fernando Mendes:

"Injecções e comprimidos para jogar melhor, jovens que serviam de cobaias para o doping, prostitutas nos estágios, treinadores que exigiam dinheiro a jogadores para os colocar a jogar e benefícios de arbitragem."

“Os incentivos para correr eram sempre apresentados pelo massagista. Passado pouco tempo de estar no clube, ele aproximou-se de mim, e de outros novos jogadores (...) Disse-me claramente que aquilo que ia dar-me era doping, embora nunca tivesse falado de eventuais efeitos secundários. (...) Com o passar do tempo assumi os riscos e tomei doping de todas as vezes que me foi dado."

“No meu tempo, o doping era tomado de duas formas: através de injecção ou por recurso a comprimido. Podia ser antes do jogo, no intervalo, ou com a partida a decorrer, no caso daqueles que saíam do banco (...) A injecção tinha efeito imediato, enquanto os comprimidos precisavam de ser tomados cerca de uma hora antes do jogo.”

“Em alguns clubes onde joguei tomei Pervitin, Centramina, Ozotine, cafeína, entre muitas outras coisas das quais nunca soube o nome.”

“Cada jogador tomava uma dose personalizada, mediante o seu peso, condição física ou última vez que tinha ingerido a substância (...) Porém, nos jogos importantes era sempre certo (...) Quando se sabia que não iria haver controlo antidoping, nunca falhava.”

“Em certos treinos víamos um ou dois juniores que apareciam para treinar connosco. Esses juniores não estavam ali porque eram muito bons ou porque tinham de ganhar experiência. Estavam ali para servirem de cobaias a novas dosagens. Um elemento do corpo clínico dava cápsulas ou injecções com composições ilegais a miúdos dos juniores (...) Diziam-lhes que eram vitaminas e que a urina era para controlo interno.”

“Se um jogo fosse ao domingo, o nosso médico sabia na sexta ou no sábado quais as partidas que iriam estar sob a tutela do controlo antidoping. Mal tinha acesso à informação, avisava todo o plantel e o dia de jogo acabava por ser directamente influenciado por essa dica.”

“Depois do apito final, as bolinhas eram retiradas do congelador e colocadas ao lado das outras dentro de um saco. Quando o médico ia escolher o atleta que tinha de ir ao controlo [antidoping], já sabia que não podia tirar nenhuma das bolinhas geladas (que eram as dos jogadores dopados)."


Qual é o clube que tem o maior especialista em doping em Portugal e tem informações privilegiadas sobre o assunto já há muito tempo?
E quem tem informações privilegiadas sobre tudo o que se passa no bastidores? Até de dentro da PJ tem informação de quando há rusgas para poderem fugir para Espanha e fazer desaparecer documentos comprometedores!



Pedro disse...

nuno assis tira a coca do nariz

kino disse...

Por falar em cocinados o deco snifou pouca nos tempos do porto!

Francesinha disse...

Além do Nuno Assis o Calado também gostava de snifar umas linhas além de gostar muito de melão..aos empurrões.

Francesinha disse...

Ó lampiao frustrado eu acho piada ás tuas teorias sobre a calvice dos jogadores do Porto mas as do Benfica nao comentas,deves achar que são genéticas.
Depois dizes que o André engordou depois de acabar a carreira,so mesmo um tipo como tu para achares isso estranho,veio-me agora á "lembradura" um tal Mats Magnusson nem para falar do Eusebio...enfim...parvoices!
Depois existem os outros como o Vitor Baía ou ate mesmo o Figo.
Serio? achas mesmo que vou perder mais tempo contigo?


Eu pensava que a estupidez tinha limites mas depois aparece-me um Manel qualquer...